Importação de documentos via InvoiCy Conector – versão 3.0

Última atualização em: 01 de setembro, 2016

 

Olá! Neste artigo iremos explicar detalhadamente como utilizar a funcionalidade de importação de documentos já emitidos através do InvoiCy Conector.

Assumimos que você já tenha o aplicativo instalado em sua máquina, e conhecimento sobre o InvoiCy Conector, mas caso ainda tenha alguma dúvida acesse o artigo ‘O que é o InvoiCy Conector?’.

Para efetuar a importação dos seus arquivos emitidos para a Plataforma InvoiCy fazendo uso do InvoiCy Conector, acesse o aplicativo InvoiCy Conector e crie uma nova instância, ou edite uma que já está cadastrada. A imagem abaixo representa a tela de instâncias do InvoiCy Conector.

Ao abrir a tela de inclusão ou edição de instância, localizado bem abaixo da página está o link ‘Mais opções’ com a opção ‘Importação de documentos emitidos’. Clique nessa opção, como demonstra a imagem a seguir.

Na tela de configurações de importação você deve ativar o processo de importação, e configurar um diretório de destino onde serão armazenados os arquivos emitidos que devem ser importados para o InvoiCy.

Configurações de Importação

Ao clicar no botão ‘Salvar’ aparecerá uma mensagem pedindo se deseja iniciar o processo de importação, como demonstra a imagem a seguir. Essa mensagem será apresentada apenas se o serviço ainda não estiver iniciado.

Processo de importação

Após efetuadas as configurações, basta colocar seus arquivos XML emitidos no diretório configurado, e os mesmos serão importados automaticamente para a Plataforma InvoiCy.

É importante ressaltar que por enquanto essa funcionalidade de importação está disponível apenas para documentos dos módulos NF-e, NFC-e e CF-e SAT. Permitindo a importação de documentos efetivados, cancelados, inutilizados e eventos que possuírem o protocolo de autorização.

Através da Plataforma InvoiCy é possível acompanhar os logs da importação, para identificar se houve falhas durante o processo. Para isso basta acessar o Painel de Controle – Log de importação, como demonstra a imagem a seguir.

O acesso a essa tela é liberado para usuários do tipo Parceiro e Normal, onde é possível acompanhar todos os logs de importação de arquivos da sua empresa Matriz e suas Filiais. Ao acessar a tela o campo ‘CNPJ da matriz’ já virá preenchido, de acordo com o CNPJ da matriz que o usuário logado está vinculado.

Os logs serão agrupados por data, por empresa e modelo de documento, onde é possível visualizar o status da importação (sucesso ou falha), a empresa que efetuou a importação, modelo do documento, log da importação, quantidade de documentos importados e horário da importação.

Sempre que uma importação resultar em sucesso irá incrementar a quantidade de documentos importados e atualizar o horário de importação, de acordo com o modelo. Agora caso resultar em falha será criado um novo registro específico dessa importação.

Para consulta dos registros pode-se ainda efetuar filtros pelo Modelo de documento, Status do log e Período da importação, onde este não pode ultrapassar 1 mês.

Para os arquivos que falharam na importação será possível efetuar o download do documento XML, através do botão de exportação localizado em cada registro da grid. Os registros que resultaram em sucesso estarão com essa opção de download bloqueada.

Caso desejar exportar um relatório PDF para visualização dos dados basta clicar na opção ‘Exportar Relatório’, ao lado do botão Pesquisar. No cabeçalho do relatório irão constar os filtros utilizados para a consulta dos dados, como o CNPJ da matriz, Período e Modelo de documentos.

Na sequência estarão dispostos os logs dos documentos importados com sucesso, e logo abaixo os logs dos documentos que não foram importados, devido alguma falha. A imagem a seguir representa o relatório de logs de importação de documentos.

É possível ainda efetuar o cadastro automático de filiais, ao realizar a importação de documentos de uma filial que ainda não está cadastrada no InvoiCy. Para isso basta selecionar sua empresa Matriz no combobox de empresas da tela inicial da Plataforma InvoiCy, acessar o Painel de Controle – Filiais.

Na tela de Filiais habilitar a opção ‘Permitir cadastrar filiais automaticamente?’ para Sim, e clicar no botão ‘Confirmar’, como demonstra a imagem abaixo.

A filial será cadastrada com base nos dados do emitente dos arquivos importados. Na tela de Log de importação será possível acompanhar os registros para verificar se a empresa foi cadastrada com sucesso.

Caso a opção de cadastro automático de filiais não esteja habilitada também será gravado um registro no log de importação, informando que não foi possível cadastrar a empresa filial.

 

Release Notes – Versão 1.15.0.0

Versão 1.15.0.0 – 29/06/2016

Controle nos filtros para consulta de documentos

Foi desenvolvido um controle, para que a partir dessa versão, não seja mais possível efetuar consultas na tela inicial do InvoiCy sem informar no mínimo um filtro, pois devido a quantidade de documentos da empresa emitente, isso poderia impactar na performance da aplicação.

Agora ao remover todos os filtros de consulta na tela inicial, aparecerá uma mensagem em tela para o usuário, informando que essa ação não é permitida. O usuário deve informar no mínimo um filtro para consulta, e ao tentar remover todos os filtros o filtro de documentos recentes será adicionado automaticamente. Veja na imagem a seguir uma representação dessa situação.


Disponibilizar o envio dos novos eventos, conforme NT 2015/001

A versão 1.15.0.0 do InvoiCy foi adequada para atender a NT2015/001, que tem como objetivo a implementação do pedido de prorrogação da suspensão do ICMS na remessa para industrialização após decorridos 180 dias, para o estado de São Paulo. Estes eventos substituem uma petição em papel do contribuinte, frente a administração pública, com um arquivo XML assinado. Para mais informações acesse o artigo.

Novo Web Service para exportação de documentos

A Plataforma InvoiCy disponibiliza um novo Web Service para efetuar a consulta e a exportação em lote de documentos, com o objetivo de agilizar o processo de exportação dos documentos, sem interferir no funcionamento dos demais processos. Essa funcionalidade pode ser utilizada sem a necessidade de interação com a interface do InvoiCy, pois todo o processo funciona via WS. Para saber mais sobre essa nova funcionalidade e como integrar com o novo Web Service leia o artigo.

Detalhamento da versão

Para conhecer todas as modificações realizadas nessa versão, clique aqui.

Versão 1.15.0.0 – mais detalhes

Confira todas as alterações realizadas na versão 1.15.0.0 do InvoiCy:

Código da solicitação – Descrição

5528 – Controle nos filtros para consulta de documentos
4203, 3894, 3727, 3687 – Processo de notificações
4770 – Criar Web Service para exportação de documentos
5054 – Envio do e-mail de Notas
5402 – Exportação XLS agendada
5046 – Configuração de caixa de e-mail e senha do e-mail
5086 – Retornar a hora e minuto do vencimento do certificado
5425 – Melhoria no processo de vinculação de usuário a várias empresas
5422 – Rejeição sendo retornada quando a fila de persistência está um pouco alta


Solicitações do Módulo MDF-e:

5302 – Tentativas de comunicação com a SEFAZ


Solicitações do Módulo CT-e:

5301 – Tentativas de comunicação com a SEFAZ
5019 – Processo que monta o arquivo procInutCTe.xml


Solicitações do Módulo NF-e:

3885 – Disponibilizar o envio dos novos eventos, conforme NT 2015/001
5189 – Cancelamento enviado antes da NFC-e ser efetivada
5300 – Tentativas de comunicação com a SEFAZ
5673 – Quebra de linha no código do produto (DANFE)
5761 – Impressão da CC-e
5464 – Cancelamento SVC


Solicitações do Módulo NFC-e:

5404 – Ajustar bloqueio de requisições para ignorar a consulta de certificado da DFW
5466 – Valores dos Relatórios
5444 – Inutilização de Documentos
5388 – Importação de documentos autorizados
5497 – Retorno do certificado vencido


Solicitações do Módulo NFS-e:

5490 – 999 – Comunicação com o módulo NFS-e
5398 – Cadastro de empresa

Novo Web Service para consulta e exportação de documentos

Última atualização em: 13 de fevereiro, 2017

 

Olá! Neste artigo vamos lhe auxiliar a realizar a integração do seu ERP com o novo Web Service disponibilizado para consulta e exportação de documentos no InvoiCy. Pronto para iniciar? Então vamos lá!

A Plataforma InvoiCy disponibiliza de um novo Web Service para efetuar a consulta e a exportação em lote de documentos, com o objetivo de agilizar o processo de exportação dos documentos sem interferir no funcionamento dos demais processos. Essa funcionalidade pode ser utilizada sem a necessidade de interação com a interface da Plataforma InvoiCy, pois todo o processo funciona via Web Service.

O seu ERP deve realizar a integração com o novo Web Service disponibilizado pelo InvoiCy. Trata-se do WS aexportardocumentos.aspx. Este Web Service é único, e deve ser utilizado apenas para efetuar a consulta e exportação de documentos no InvoiCy, independente do tipo de documento que se deseja exportar. Abaixo, detalhamos o processo de integração com esse Web Service.

Para realizar a integração, realize os seguintes passos:

1. Visualize a estrutura WSDL do Web Service

Para visualizar a estrutura WSDL do Web Service, basta copiar e colar o link do Web Service em seu navegador de internet.

Por exemplo, para empresas que utilizam o ambiente de homologação, utilizar o link https://consultahomolog.invoicy.com.br/aexportardocumentos.aspx.
Já para empresas que fazem uso do ambiente de produção, o link utilizado deve ser o seguinte https://consulta.invoicy.com.br/aexportardocumentos.aspx?wsdl. Assim podemos visualizar toda a estrutura do WSDL, conforme demonstra a imagem abaixo:

2. Realize o consumo do Web Service

Você deverá realizar o consumo do Web Service para efetuar a integração. Ao consumir o WS, você deverá informar os seguintes parâmetros:

  • EmpPK: Chave de Parceiro disponibilizada pela Migrate para cada cliente.

Exemplo: PYcEsFuKroDBojfiFEl+Ms==

A chave de parceiro é gerada por nosso Sistema de Gestão no momento que a sua empresa é cadastrada como nosso parceiro. A mesma será enviada por e-mail e utilizada para controlar as empresas de clientes finais que utilizarão licenças adquiridas pela sua empresa.

  • EmpCK: Código HASH gerado em formato MD5 de acordo com os dados enviados.

Exemplo: 213f3b55d679e790258fd811cc86d309

Utilizado para validar a comunicação e propor segurança à comunicação. Consulte o artigo “Como gerar o código Hash MD5?” para mais informações.

  • EmpCO: Identificador do PDV.
  • Texto: Uso interno do InvoiCy. Não é necessário o preenchimento.
  • Documento: Conteúdo do XML com os parâmetros da consulta a ser enviada para o InvoiCy.
  • Parâmetros: Neste campo podem ser informados alguns parâmetros, como por exemplo, quais dados deseja que retorne na consulta dos documentos. Seu preenchimento é obrigatório para efetuar a consulta.

O conteúdo das tags “Documento” e “Parametros” deve ser convertido para texto, como demonstra a imagem abaixo:

Clique aqui para fazer download do XML exibido na imagem.

3. Gere a estrutura do arquivo XML de consulta

Primeiramente deve-se efetuar a consulta dos documentos desejados, para após fazer o download desses documentos.

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML com os parâmetros para consulta. Estão disponíveis três opções de consulta, mas deve-se optar por apenas um dos modelos para consulta. Veja a seguir o detalhamento de cada um desses modelos:

– Por faixa de numeração: Deve informar o número inicial e final, juntamente com a série do documento. Destacando que nesse modelo de consulta, é permitido informar uma faixa de até 100 mil documentos. Clique aqui para efetuar o download de um exemplo da estrutura desse layout de consulta.

– Intervalo de datas de emissão: A data inicial e a data final de emissão deverão ser preenchidas, juntamente com o horário, caso desejar. Ao optar por essa forma de consulta, as tags de numeração e série deverão ser preenchidas com zero, ou removidas da estrutura do layout enviado, e as tags de datas de inclusão também deverão ser removidas. Clique aqui para efetuar o download de um exemplo da estrutura desse layout de consulta.

Destacando que nesse modelo de consulta o período de datas informado não pode ultrapassar 31 dias.

2016-06-01T00:00:01
2016-06-30T23:59:00

– Intervalo de datas de inclusão: A data inicial e a data final de inclusão deverão ser preenchidas, juntamente com o horário, caso desejar. Ao optar por essa forma de consulta, as tags de numeração e série deverão ser preenchidas com zero, ou removidas da estrutura do layout enviado, e as tags de datas de emissão também deverão ser removidas. Para visualizar um exemplo da estrutura desse layout de consulta clique aqui.

Destacando que nesse modelo de consulta o período de datas informado também não pode ultrapassar 31 dias.

2016-06-01T00:00:01 2016-06-30T23:59:00

Vale ressaltar que deve-se optar por apenas uma destas opções de consulta por requisição ao Web Service, caso seja informada mais de uma o sistema irá buscar os documentos pela primeira forma de consulta encontrada, seguindo a ordem descrita acima.

– Status do documento: Juntamente com as formas de consulta listadas acima, é possível ainda filtrar pelo status específico do documento, informando na tag os possíveis status listados a seguir:

1 – Pendente; 2 – Autorizado; 3 – Rejeitado; 4 – Necessita interação; 5 – Cancelado; 6 – Inutilizado; 7 – Aguardando Consulta; 8 – Encerrado; 9 – Em Conflito; 10 – EPEC; 11 – Contingência off-line; 12 – Denegado; 13 – Contingência FS-DA.

Deve-se também escolher quais as informações que serão retornadas no momento da consulta. Para isso, é necessário gerar um XML específico que será informado na tag “parametros” do SOAP de envio. Clique aqui, para visualizar um XML de exemplo dos parâmetros de retorno.

Disponibilizamos também um documento que especifica o layout dos XMLs que devem ser gerados, clique para fazer o download.

Para acessar um exemplo de consulta na linguagem PHP clique aqui.

4. Realize a leitura do retorno do envio

Após o envio da consulta para exportação dos documentos, precisamos realizar a leitura do retorno do processamento dessa requisição.

Como nesse novo Web Service a exportação dos documentos será em lotes, ao efetuar a consulta de documentos a exportação não será executada já na sequência, mas será retornado no Web Service o número de um protocolo, que deverá ser consultado posteriormente para que a exportação dos documentos seja executada.

Os lotes serão compostos por no máximo 50 arquivos. Dessa forma, se a exportação for de 100 arquivos serão gerados 2 protocolos contendo 50 arquivos cada.

Ao efetuar a consulta dos documentos deverá retornar a mensagem ‘100 – Lote agendado com sucesso. Realize a consulta dos protocolos posteriormente’, juntamente com o número do protocolo e a data/hora recomendada para realizar a próxima consulta.

Recomenda-se somente realizar a consulta do protocolo após esse prazo (tag ), pois muitas consultas irão resultar no bloqueio da requisição.

O retorno da consulta contendo o número do protocolo gerado segue a seguinte estrutura SOAP:

Para fazer download do XML exibido na imagem clique aqui.

Após receber no retorno o número do protocolo, deverá enviar o layout específico para consulta de protocolos, informando o CNPJ da empresa e o número do protocolo que deseja efetuar download, conforme demonstra a imagem a seguir.

Consulta Protocolo

Se o protocolo estiver gerado e pronto para download irá retornar a mensagem 100 – Protocolo processado, e um arquivo .zip convertido para base64, contendo os arquivos para download. Veja na imagem abaixo o retorno do Web Service.

Caso for gerado mais de um protocolo, ao efetuar a consulta do primeiro protocolo, no retorno do Web Service na tag < ProxProtocolo> já virá o número do próximo protocolo que deverá ser consultado.

Caso o protocolo ainda não esteja liberado para download, no momento da consulta irá retornar a mensagem 102 – Protocolo não liberado, juntamente com um horário aproximado para efetuar a próxima consulta.

Clique aqui para fazer download do XML exibido na imagem, que demonstra o retorno de um protocolo já processado.

Caso no momento da consulta você optar por retornar o resumo dos documentos, tag preenchida como S, serão retornadas apenas as informações mais relevantes dos documentos, onde o conteúdo não será compactado e nem convertido para base64.

Nesse caso, após efetuar o processo de consulta do protocolo como exemplificado acima, serão retornadas as principais informações dos documentos, juntamente com seu arquivo XML e PDF. Clique aqui para visualizar um exemplo de retorno do resumo dos documentos.

OBSERVAÇÃO: O InvoiCy conta com um controle das requisições recebidas, onde ao receber várias vezes a mesma requisição de consulta, dentro de um determinado período de tempo, irá bloquear essa requisição para prevenir que o ERP do cliente não entre em loop e cause lentidão no sistema.

Para evitar esse bloqueio, recomenda-se que em caso de consulta de documento, deve-se adicionar um “sleep” entre uma e outra conexão, de 15 segundos, por exemplo. E também limitar o número total de consultas.

Diferença entre o novo Web Service aexportardocumentos.aspx e o Web Service arecepcao.aspx:

Vamos esclarecer bem a diferença entre realizar uma consulta pelo Web Service arecepcao.aspx ou pelo novo Web Service aexportardocumentos.aspx. Para mais informações acesse o artigo “Diferença entre o WS arecepcao.aspx e o WS aexportardocumentos.aspx“.

Web Service arecepcao.aspx:

  • Forma de retorno: síncrono, ou seja, com retorno imediato, ao realizar uma consulta os documentos são retornados posteriormente.
  • Limite de documentos retornados: 100 documentos, mas este valor pode ser alterado para menos, sempre em escala de 50 em 50, sendo que 50 é a menor quantidade retornada. Ao consultar uma quantidade maior que 100 documentos, a consulta não será executada e nenhum documento será retornado.

Web Service aexportardocumentos.aspx:

  • Forma de retorno: assíncrono, ou seja, o retorno não é imediato, ao realizar uma requisição é necessário  efetuar uma consulta para obter o resultado.
  • Limite de documentos retornados: Os lotes serão compostos por no máximo 50 arquivos, mas ao consultar uma quantidade maior os documentos serão retornados mesmo assim. Por exemplo, se a exportação for de 100 arquivos serão gerados 2 protocolos contendo 50 arquivos cada.

Acesse um exemplo de agendamento de exportação utilizando a linguagem PHP, clicando aqui.

Para mais informações sobre esse processo, leia o artigo Bloqueio do Web Service no InvoiCy.

Implementação da NT 2015/001

Última atualização em: 13 de junho, 2016

 

A Plataforma InvoiCy foi adequada para atender a NT2015/001, que tem como objetivo a implementação do pedido de prorrogação da suspensão do ICMS na remessa para industrialização após decorridos 180 dias, para o estado de São Paulo. Estes eventos substituem uma petição em papel do contribuinte, frente a administração pública, com um arquivo XML assinado.

É importante destacar que esta petição em papel será aceita somente até o dia 30 de junho de 2016, após este prazo deverá ser realizada de forma eletrônica, e no momento apenas o estado de São Paulo está realizando estas implementações.

Nesta Nota Técnica constam as seguintes inclusões:

  • Evento Pedido de Prorrogação
  • Evento Cancelamento de Pedido de Prorrogação
  • Evento do Fisco

Para conhecimento, esta Nota Técnica foi realizada conforme CONVÊNIO AE-15/74 publicado no DOU de 19 de dezembro de 1974, e consta na página do posto fiscal eletrônico de SP com maiores esclarecimentos das regras e obrigações conforme apresentado abaixo:

Artigo 1° – Nos casos de remessa de mercadorias para industrialização por conta de terceiro com suspensão do lançamento do imposto, os pedidos de prorrogação do prazo para retorno dos produtos industrializados ao estabelecimento de origem previsto no artigo 409 do Regulamento do ICMS deverão ser realizados:

I – através do ambiente da Nota Fiscal Eletrônica – NF-e, nas hipóteses em que o autor da encomenda for o emitente da NF-e de remessa para industrialização – CFOPs 5901 e 6901;

II – no Posto Fiscal de vinculação do estabelecimento, nos demais casos.

  • 1º – Os procedimentos para realização dos pedidos de que trata o “caput” estão disciplinados pela Nota Técnica 2015/001 – v 1.10.
  • 2º – Para a prorrogação de prazo de que trata o “caput”, exigir-se-á a manifestação do destinatário das Notas Fiscais Eletrônicas de remessa para industrialização, prevista no inciso II do artigo 30 da Portaria CAT-162/08, de 29-12-2008.
  • 3º – Na hipótese do inciso I do “caput”, até 30-06-2016, os pedidos de prorrogação poderão ser realizados, alternativamente, no Posto Fiscal de vinculação do estabelecimento.

Artigo 2º – Esta portaria entra em vigor na data de sua publicação, produzindo efeitos a partir de 01-01-2016.

Pedido de Prorrogação:

São eventos que substituem uma petição em papel do contribuinte, frente a administração pública, por um arquivo XML assinado. Este evento contém a solicitação de suspensão de ICMS através de um pedido de prorrogação de prazo indicando o item e quantidade que se pretende prorrogar.

É possível a suspensão de prazo por até dois períodos de 180 dias, possuindo assim dois pedidos de prorrogação: um para o 1º período de 180 dias (tpEevento = 111500) e outro para o 2º período de 180 dias (tpEvento = 111501).

Cancelamento de Pedido de Prorrogação:

Caso a empresa desejar desfazer o pedido de prorrogação (1º ou 2º prazo) poderá enviar um evento solicitando seu cancelamento, porém observando as regras contidas na NT2015.001. Os eventos ocorrem de acordo com o prazo que se deseja cancelar, onde o cancelamento do pedido do 1º prazo é o tpEvento 111502 e o cancelamento do pedido do 2º prazo é o tpEvento 111503.

É importante destacar que o cancelamento dos pedidos de prorrogação devem sempre ser realizados de acordo com sua data, seguindo uma ordem decrescente, onde o evento mais atual deve ser cancelado primeiro.

Evento do Fisco ou Deferimento dos Pedidos:

Todos os eventos de pedido de prorrogação e cancelamento de pedido de prorrogação são síncronos, ou seja, após o envio dos pedidos a SEFAZ já retorna com o protocolo do registro do evento na NF-e, da mesma forma que o envio de outros tipos de eventos, como Carta de Correção, Manifestação do Destinatário e Cancelamento.

Já o processo de retorno do deferimento pelo fisco é de modo assíncrono, ou seja, não ocorre no mesmo instante que o retorno do pedido de prorrogação. Em função disso, o retorno do pedido com o status de deferido ou indeferido não é no mesmo instante do envio do pedido, depende de um retorno posterior da SEFAZ que ainda não há tempo limite definido.

Para melhor entendimento deste processo segue abaixo uma lista das possibilidades de retorno dos Pedidos de Prorrogação de Prazo e seus Cancelamentos.

  • Envio do Pedido de Prorrogação 1º Prazo

– Síncrono: SEFAZ retorna o protocolo do evento registrado – tpEvento: 111500

– Assíncrono: SEFAZ retorna mais tarde se o pedido foi deferido (aceito) ou indeferido (recusado) – tpEvento: 411500

  • Envio do Pedido de Prorrogação 2º Prazo

– Síncrono: SEFAZ retorna o protocolo do evento registrado – tpEvento=111501

– Assíncrono: SEFAZ retorna mais tarde se o pedido foi deferido (aceito) ou indeferido (recusado) – tpEvento: 411501

  • Envio do Pedido Cancelamento de Prorrogação 1º Prazo

– Síncrono: SEFAZ retorna o protocolo do evento registrado – tpEvento=111502

– Assíncrono: SEFAZ retorna mais tarde se o pedido foi deferido (aceito) ou indeferido (recusado) – tpEvento: 411502

  • Envio do Pedido Cancelamento de Prorrogação 2º Prazo

– Síncrono: SEFAZ retorna o protocolo do evento registrado – tpEvento=111503

– Assíncrono: SEFAZ retorna mais tarde se o pedido foi deferido (aceito) ou indeferido (recusado) – tpEvento: 411503

No InvoiCy, os registros de todos os eventos enviados serão apresentados na tela de detalhes da NF-e, na aba Eventos, conforme a imagem abaixo.

Para os pedidos de prorrogação e cancelamento de pedido de prorrogação, a consulta do registro do Fisco será executada automaticamente, onde o InvoiCy irá consultar na SEFAZ se o pedido foi deferido ou indeferido e sua justificativa, e apresentar a resposta do fisco na tela de eventos. Através dos logs da NF-e também será possível acompanhar o andamento dos processos.

É possível ainda visualizar os detalhes de cada evento, clicando no registro da grid. A imagem abaixo representa os detalhes de um evento de pedido de prorrogação 1º prazo.

Para a integração destes eventos foi desenvolvido um material de apoio ao parceiro, com exemplos de arquivos XML de integração, tabelas com os layouts de envio e retorno dos eventos, e todas as informações necessárias para enviar pedidos de prorrogação e cancelamento. Faça o download desse material clicando aqui.

Após enviar um pedido de prorrogação ou cancelamento de pedido de prorrogação, deve-se efetuar a leitura do retorno do Fisco para saber se o evento foi deferido (aceito) ou indeferido (recusado). O InvoiCy ficará “monitorando” a SEFAZ, a fim de verificar quando o Fisco irá emitir o evento de resposta ao pedido de prorrogação, ou cancelamento do pedido de prorrogação.

Você Parceiro precisará consultar a NF-e, e informar nos parâmetros da consulta que deseja receber também os eventos no retorno da consulta. Para saber mais sobre a consulta de documentos acesse o artigo Consultando um Documento (NF-e, NFC-e, MDF-e ou CT-e).

Ao obter o retorno da consulta, precisará ler e verificar se há eventos do Fisco. Se houver eventos do Fisco, precisará ler esses eventos a fim de verificar se o que foi solicitado pelo emissor foi atendido.

Para facilitar seu entendimento disponibilizamos alguns exemplos de retorno do Fisco para pedidos de prorrogação e cancelamento de pedido de prorrogação, faça download desses exemplos clicando aqui.

Algumas informações importantes sobre o retorno do Fisco: a tag <tpEvento> pode retornar os valores:

– 411500: resposta ao pedido de prorrogação 1º prazo;
– 411501: resposta ao pedido de prorrogação 2º prazo
– 411502: resposta ao cancelamento de prorrogação de 1º prazo;
– 411503: resposta ao cancelamento de prorrogação de 2º prazo.

Referente ao retorno de Pedido de Prorrogação, a tag <statPrazo> representa o identificador do cumprimento do prazo para solicitação do pedido de prorrogação, podendo retornar preenchida com:

0 – Após o prazo;
1 – Dentro do prazo.

A tag <statPedido> representa a resposta do Fisco ao item do pedido de prorrogação, sendo retornada com os valores:

1 – Deferido (aceito)
2 – Indeferido (recusado)

E a tag <justStatus> retorna a justificativa da resposta do Fisco ao item do Pedido de Prorrogação, contemplando os seguintes retornos:

1 – Autorizado pelo Fisco;
2 – Manifestação de Destinatário – desconhece a operação;
3 –  Manifestação do Destinatário – operação não realizada;
4 – O item não consta na NF-e;
5 – O item não consta no pedido de prorrogação do 1º prazo;
6 – CFOP não autorizado;
7 – Quantidade inconsistente com a quantidade do item;
8 – Solicitação de pedido fora do prazo;
9 – Pedido de prorrogação cancelado pelo contribuinte;
10 – Outra

Já referente ao retorno do Cancelamento de Pedido de Prorrogação, a tag <statCancPedido> representa a resposta do Fisco ao Cancelamento do Pedido de Prorrogação, podendo vir preenchida com os valores:

1 – Deferido (aceito)
2 – Indeferido (recusado)

E a tag <justStatus> retorna a justificativa da resposta do Fisco ao cancelamento de Pedido de Prorrogação, contemplando os seguintes retornos:

1 – Autorizado pelo Fisco;
2 – O Pedido de Prorrogação já foi cancelado por outro evento;
3 – Solicitação de pedido fora do prazo;
4 – Tentativa de cancelamento de prorrogação de até 360 dias de um item que foi prorrogado por mais de 360 dias. Cancele a prorrogação por mais de 360 dias previamente;
5 – Outra

Para mais informações sobre os retornos do Fisco, acesse a Nota Técnica 2015/001.