Distribuição de CT-e de entrada na SEFAZ

Última atualização em: 10 de maio, 2017

 

Olá! Neste artigo descrevemos como é realizada a consulta e solicitação de download dos documentos XML dos CT-e emitidos contra o CNPJ da empresa através do InvoiCy.

A SEFAZ disponibiliza o Web Service CTeDistribuicaoDFe para efetuar a consulta e o download dos documentos emitidos contra o CNPJ da empresa.

De acordo com a NT2015/002, o Web Service denominado CTeDistribuicaoDFe tem como objetivo disponibilizar para os atores do CT-e informações e documentos fiscais eletrônicos de seu interesse. A distribuição será realizada para Emitentes, Remetentes, Destinatários, Expedidores, Recebedores, Tomadores e Terceiros informados no conteúdo do CT-e respectivamente nos grupos do Emitente, Remetente, Destinatário, Expedidor, Recebedor, Tomador e no grupo de pessoas autorizadas a acessar o XML.

Este serviço permitirá que um ator do CT-e tenha acesso aos documentos fiscais eletrônicos (DF-e) e informações resumidas que não tenham sido geradas por ele e que sejam de seu interesse.

Os documentos fiscais eletrônicos e informações resumidas estarão disponíveis para distribuição por até 3 meses após sua recepção pelo Ambiente Nacional do CT-e.

Para o usuário não terá nenhum impacto na execução do processo, que continuará integrando com o Web Service de recepção do InvoiCy, enviando o layout específico para distribuição dos CT-e de entrada. No decorrer do artigo explicaremos com mais detalhes sobre a estrutura do layout.

1. Gere a estrutura do arquivo XML de distribuição do CT-e de entrada

Através da integração com o Web Service CTeDistribuicaoDFe é possível realizar a consulta e download dos documentos CT-e emitidos contra o CNPJ da empresa que está manifestando.

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML com a estrutura para distribuição dos CT-e de entrada.

Será necessário informar o modelo do documento (CTe), versão do layout (1.00), CNPJ do emissor que se deseja consultar os Conhecimentos de entrada e tipo de ambiente.

Em caso de consulta pelo NSU, através do campo ‘UsarUltimoNSU’, deve-se indicar se o InvoiCy deve ou não usar o último NSU (Número Sequencial Único). Caso informar o valor ‘S’ deve-se preencher o campo ‘NSUEspecifico’ com o número do NSU. Caso informar o valor ‘N’, não é necessário preencher o campo ‘NSUEspecifico’.

Disponibilizamos também um documento que especifica o layout do XML que deve ser gerado, clique aqui para fazer o download.

2. Consuma o Web Service de recepção de documentos do InvoiCy

Após a geração do XML de distribuição dos CT-e de entrada o próximo passo é realizar o consumo do Web Service de recepção do InvoiCy.

O XML gerado deve estar na tag “Documento”, convertido para texto, como demonstra a imagem abaixo:

Clique aqui para fazer download do XML exibido na imagem.

Para a geração do código hash informado no campo “EmpCK” deve-se utilizar todo o conteúdo da tag “Documento”. Maiores explicações sobre a geração do código hash você encontra no artigo Gerando o hash MD5.

3. Obtenha o retorno da distribuição do CT-e de entrada

Após o envio, será retornada uma lista com os Conhecimentos de entrada de acordo com os parâmetros informados para a busca.

Para visualizar um arquivo de exemplo de retorno da consulta clique aqui.

Para ter acesso completo as informações da Nota Técnica 2015/002, clique aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s