Importação de documentos via Web Service

Última atualização em: 09 de julho, 2018

Olá! Neste artigo vamos explicar sobre o funcionamento do Web Service disponibilizado para importação de documentos no InvoiCy. O seu ERP deve realizar a integração com o Web Service aimportacao.aspx disponibilizado pelo InvoiCy. Este WS é único, e deve ser utilizado apenas para efetuar a importação de documentos no InvoiCy, independentemente do tipo de documento que se deseja importar.

Porém, é importante destacar que para realizar a importação de documentos através desse Web Service a empresa deve ter ativa a extensão Documentos importados.

Para saber mais sobre essa extensão e como ativá-la leia o artigo Extensão Documentos importados.

Para realizar a integração com o Web Service siga os passos abaixo.

1. Visualize a estrutura WSDL do Web Service

Para visualizar a estrutura WSDL do Web Service, basta copiar e colar o link do Web Service em seu navegador de internet.

Por exemplo, para empresas que utilizam o ambiente de homologação, utilizar o link https://homolog.invoicy.com.br/aimportacao.aspx?wsdl. Assim é possível visualizar a estrutura do WSDL, conforme demonstra a imagem abaixo.

2. Realize o consumo do Web Service

Você deverá realizar o consumo do Web Service para efetuar a integração. Ao consumir o WS, você deverá informar os seguintes parâmetros:

  • EmpPK: Chave de Parceiro disponibilizada pela Migrate para cada cliente.

Exemplo: PYcEsFuKroDBojfiFEl+Ms==

A chave de parceiro é gerada por nosso Sistema de Gestão no momento que a sua empresa é cadastrada como nosso parceiro. A mesma será enviada por e-mail e utilizada para controlar as empresas de clientes finais que utilizarão licenças adquiridas pela sua empresa.

  • EmpCK: Código HASH gerado em formato MD5 de acordo com os dados enviados.

Exemplo: 213f3b55d679e790258fd811cc86d309

Utilizado para validar a comunicação e propor segurança à comunicação. Consulte o artigo “Como gerar o código Hash MD5?” para mais informações.

  • EmpCNPJ: CNPJ da empresa para a qual os documentos serão importados.
  • Texto: Uso interno do InvoiCy. Não é necessário o preenchimento.
  • Documento: Conteúdo do XML a ser importado para o InvoiCy.
  • Parâmetros: Não é necessário o preenchimento.

3. Realize a importação do arquivo XML

Através desse Web Service você usuário poderá importar os arquivos XML de documentos NF-e, CT-e, MDF-e, NFC-e, NFS-e e CF-e, tanto de entrada como de saída.

Você deve enviar toda a estrutura dos arquivos XML emitidos que serão importados para o InvoiCy, dentro da tag ‘Documentos’ convertido para texto, como demonstra a imagem.

Clique aqui para fazer download do XML exibido na imagem.

Após o envio do arquivo é preciso verificar o retorno do processamento do documento. No caso de sucesso na importação do arquivo a mensagem retornada será a seguinte: “100 – Documentos processados”. Caso ocorrer alguma falha a mesma será retornada.

Caso a importação for finalizada com sucesso, ao acessar o InvoiCy já poderá consultar pelo documento que foi importado.

Extensão Documentos importados

Última atualização em: 16 de novembro, 2018

Olá! Nesse artigo iremos explicar sobre a extensão ‘Documentos importados’, que permite ao usuário gerenciar todos os documentos eletrônicos (NF-e, NFC-e, CT-e, MDF-e, NFS-e e CF-e), que envolvam as operações de sua empresa, permitindo tanto a importação do XML de seus documentos emitidos por outra aplicação, como o XML dos documentos emitidos contra o CNPJ de sua empresa.

Para tanto, a partir de agora os usuários que desejam realizar a importação de documentos no InvoiCy, tanto documentos recebidos como emitidos por outra aplicação, deverão ter essa extensão ativa.

Para ativar a extensão é bem simples, basta acessar o link ‘Extensões’, localizado na parte superior direita da aplicação. Como demonstrado no artigo Extensões do InvoiCy.

Na tela de extensões, ao clicar sobre a imagem relacionada ao documentos importados, abrirá uma nova tela contendo a aba ‘Visão geral’, que apresentará uma breve explicação sobre a extensão, com imagens de demonstração das telas, como representa a imagem abaixo.

Já na aba ‘Configurações’, como demonstra a imagem a seguir, estão localizados os parâmetros para configurar a extensão.

Nessa tela você deverá escolher para quais módulos deseja ativar a extensão, destacando que é necessário selecionar pelo menos um módulo para que a extensão seja ativada.

Você também poderá definir em que momentos gostaria de ser notificado por e-mail, através do parâmetro ‘Receber notificações por e-mail’, que contém as seguintes opções:

– Não notificar: você não receberá nenhuma notificação por e-mail;

– 30 dias sem receber documento: se nenhum documento foi importado para a sua empresa no prazo de 30 dias, você receberá uma notificação;

– Falha de leitura da caixa: se ocorrer uma falha de leitura da caixa de e-mail durante o processo de importação você receberá uma notificação;

– Todas: irá contemplar as duas situações ’30 dias sem receber documento’ e ‘falha de leitura da caixa’ e enviar uma notificação.

E através do campo ‘E-mail para ser notificado’ você poderá configurar o endereço de e-mail que receberá todas essas notificações.

Ao clicar no botão ‘Salvar’ a extensão já será ativa. Mas ainda é possível redefinir os módulos ativos ou alterar as demais configurações clicando no ícone de configurações, como destacado na imagem abaixo.

Pronto! Após ativar a extensão será possível efetuar a importação dos documentos da sua empresa. Também será apresentado um novo ícone na parte superior direita da aplicação, como demonstra a imagem abaixo. Através desse ícone é possível acessar a nova tela de documentos importados, onde serão listados todos os documentos que foram importados para o InvoiCy.

O processo para importação de documentos continua o mesmo, onde disponibilizamos das seguintes formas de importação: via tela, via Web Service – leia o artigo Importação de documentos via Web Service , via leitura de caixa de e-mail e via InvoiCy Conector.

O que mudou apenas foi a forma de visualização dos documentos. A partir de agora na tela Documentos, localizada no Menu da aplicação, serão listados apenas os documentos que foram emitidos pela sua empresa através do InvoiCy.

Já para visualizar os documentos importados da sua empresa deve-se acessar a nova tela de Documentos importados, através do ícone demonstrado na imagem anterior.

É importante destacar que para utilizar a importação via leitura de caixa de e-mail é necessário configurar uma caixa para leitura dos e-mails. Ao ativar a extensão aparecerá um link na tela de configurações, como demonstra a imagem abaixo. Ao clicar nesse link você será direcionado para a tela de Caixas de e-mail, onde poderá fazer as configurações necessárias. Para saber mais sobre como proceder com o cadastro, leia o artigo Configurando uma caixa de e-mail.

A nova tela de documentos importados tem basicamente as mesmas funcionalidades da tela de Documentos, onde é possível fazer download do XML e do PDF dos documentos através dos ícones da grid, e também acessar os detalhes do documento.

Para exportar uma quantidade maior de documentos você pode fazer uso das opções localizadas na parte superior direita da grid, como demonstra a imagem abaixo. Onde poderá exportar uma lista dos documentos em Excel, bem como fazer download de arquivos PDF e XML. Basta selecionar os documentos na grid e clicar na opção desejada.

Exportação de documentos

É possível também gerar um relatório dos documentos não verificados e faltantes da sua empresa, em um determinado período, através da opção que também está localizada na parte superior direita da grid.

Função para gerar relatório

Ao clicar nessa opção será aberta uma tela para informar o período que se deseja gerar o relatório, o modelo de documento, tipo de relatório e e-mail para envio do relatório, caso o processo seja agendado.

Ao clicar em ‘Gerar’, dependendo da quantidade de documentos contemplados, o relatório será gerado na hora, ou será agendado e enviado por e-mail posteriormente. Através da grid, que exibe os últimos relatórios agendados, pode-se fazer download dos relatórios gerados, ou ainda abortar a geração dos mesmos.

A grid que lista os documentos importados tem algumas informações novas, como a inclusão da coluna ‘Validação’, para demonstrar se o documento está de acordo ou se possui alguma inconsistência, e a coluna ‘Emitido/Recebido’, para identificar se o documento foi emitido ou recebido pela empresa do InvoiCy. A imagem abaixo demonstra a nova grid de documentos importados.

A tela de documentos importados também possui alguns filtros diferentes em relação a outra tela de documentos. Na imagem abaixo é possível observar que foi inserido um novo filtro que permite pesquisar pelas inconsistências do documento, com as opções ‘Assinatura, Protocolo, SEFAZ e Integridade’, e um filtro pela validação, com as opções ‘Íntegro, Inconsistente, Pendente e Todos’.

Ao realizar a importação de um documento de entrada, o InvoiCy realiza automaticamente quatro validações sobre esse documento. Essa lista de validações pode ser visualizada clicando no ícone da coluna Validação na grid, onde será aberta uma nova tela com o resultado de cada validação.

– Primeiramente é validada a assinatura digital do documento;

– Após é verificado se o documento possui protocolo de autorização de uso da SEFAZ;

– Então é realizada uma consulta na SEFAZ para verificar o status final do documento;

Observação: Somente serão consultados na SEFAZ os documentos com data de emissão posterior a contratação da extensão de documentos importados. Nesses casos será exibido um alerta com a mensagem “Não foi possível consultar o status do documento. A data de ativação da extensão de armazenamento é posterior a data de emissão do documento importado!”.

– E por fim, é realizada uma validação da integridade do XML.

Na imagem de exemplo apresentamos um documento que está com seu status de validação íntegro, ou seja, todas as validações foram executadas com sucesso.

Caso alguma validação não seja concluída com sucesso, será sinalizado com um ícone de alerta, apresentando uma mensagem sobre o retorno da validação. Veja um exemplo na imagem abaixo.

E no caso de alguma validação estar sinalizada como pendente, o usuário terá a possibilidade de executar a mesma através do botão Atualizar.

É importante destacar que ao importar um documento onde o CNPJ do destinatário não esteja cadastrado no InvoiCy, mas exista uma empresa matriz cadastrada com a mesma raiz de CNPJ e que esteja com a extensão de documentos importados ativa, o sistema irá efetuar o cadastro automático da empresa como filial.

Abaixo detalhamos os modelos e versões de documentos suportados para importação no InvoiCy:

– NF-e – versões 2.0, 3.10 e 4.0;

– NFC-e – versões 3.10 e 4.0;

– CT-e – versões 1.03, 1.04, 2.0 e 3.0;

– MDF-e – versões 1.0 e 3.0;

– Também poderão ser importados documentos NFS-e, CF-e SAT e CF-e MF-e.

Extensão Manifestação do destinatário

Última atualização em: 17 de setembro, 2018

Olá! Nesse artigo iremos explicar sobre a extensão ‘Manifestação do destinatário’, que permite gerenciar todas as NF-e emitidas contra o CNPJ da sua empresa, e obter o XML completo da NF-e após realização da manifestação do destinatário. Para saber mais sobre esse processo de manifestação leia o artigo O que é a manifestação do destinatário?.

Com essa nova extensão no InvoiCy, também será possível gerenciar os CT-e emitidos onde a sua empresa é o Tomador, e realizar o evento de “Prestação de Serviço em Desacordo” sobre esses documentos. Para saber mais sobre a funcionalidade desse evento leia o artigo Evento de Prestação do Serviço em Desacordo.

Para tanto, a partir de agora os usuários que desejam realizar a manifestação de documentos no InvoiCy deverão ter essa extensão ativa.

Para ativar a extensão é bem simples, basta acessar o link ‘Extensões’, localizado na parte superior direita da aplicação. Como demonstrado no artigo Extensões do InvoiCy.

Na tela de extensões, ao clicar sobre a imagem relacionada à manifestação do destinatário, abrirá uma nova tela contendo a aba ‘Visão geral’, que apresentará uma breve explicação sobre a extensão, com imagens de demonstração das telas, como representa a imagem abaixo.

Já na aba ‘Configurações’, como demonstra a imagem a seguir, estão localizados os parâmetros para configurar a extensão.

Nessa tela você deverá escolher para quais módulos deseja ativar a extensão, destacando que é necessário selecionar pelo menos um módulo para que a extensão seja ativada. Você também poderá definir alguns parâmetros. Na sequência explicamos a funcionalidade de cada um em específico:

– Número de consultas diárias na SEFAZ: o InvoiCy conta com um processo que busca diariamente na SEFAZ as NF-e emitidas contra o CNPJ da sua empresa, e armazena um resumo desses documentos no InvoiCy. Através desse parâmetro é possível definir a quantidade de vezes que esse processo será executado, tendo como limite 4 consultas diárias. Toda vez que o processo executar, ficará consultando os documentos até chegar no máximo NSU disponível na SEFAZ, ou seja, serão consultados todos os documentos da empresa até o momento.

– Armazenar os eventos emitidos por terceiros sobre seus documentos: através dessa configuração você pode definir se deseja armazenar no InvoiCy os eventos que foram emitidos contra os seus documentos. Por exemplo, sua empresa emite uma NF-e, e o destinatário dessa NF-e acaba fazendo a manifestação contra esse documento. Caso esse parâmetro esteja como ‘Sim’, esse evento será buscado na SEFAZ e vinculado ao seu documento no InvoiCy.

– Baixar documentos emitidos que não estejam armazenados no sistema: o processo que busca os documentos emitidos pela sua empresa na SEFAZ, pode ocasionalmente retornar documentos que foram emitidos com outro sistema emissor. Com essa configuração você pode escolher se deseja armazenar esses documentos também no InvoiCy.

– Ciência da Operação automática: ao configurar esse parâmetro como ‘Realizar para todos os documentos’, será efetuada automaticamente a ciência da operação para todos os resumos dos documentos baixados da SEFAZ pelo InvoiCy, armazenando o XML completo desses documentos. Já ao selecionar a opção ‘Realizar apenas para alguns fornecedores’, na tela de manifestação será possível cadastrar uma lista de CNPJs para o InvoiCy efetuar a manifestação de forma automática para todos os documentos baixados da SEFAZ, onde o emissor tenha seu CNPJ cadastrado na listagem de fornecedores.

– Justificativa padrão da manifestação: essa justificativa será utilizada para enviar o evento de operação não realizada sobre as notas que não foram importadas para o InvoiCy.

– Valor mínimo da NF-e obrigada a ser manifestada: quando o InvoiCy baixar da SEFAZ uma NF-e que tenha o valor maior ou igual ao valor informado neste parâmetro, caso esteja preenchido o parâmetro ‘E-mail para ser notificado de NF-e obrigada a ser manifestada’ será encaminhado um e-mail para o endereço informado, alertando sobre a obrigatoriedade de manifestar o respectivo documento.

– E-mail para ser notificado de NF-e obrigada a ser manifestada: serão enviadas para os endereços de e-mails configurados neste parâmetro notificações sobre a necessidade de manifestar um documento, quando o mesmo tiver o valor maior ou igual ao informado no parâmetro ‘Valor mínimo da NF-e obrigada a ser manifestada’.

Ao clicar no botão ‘Salvar’ a extensão já será ativa. Mas ainda é possível redefinir os módulos ativos ou alterar as demais configurações clicando no ícone de configurações, como destacado na imagem abaixo.

Pronto! Após ativar a extensão será possível efetuar a manifestação dos documentos recebidos da sua empresa. Também será apresentado um novo ícone na parte superior direita da aplicação, como demonstra a imagem abaixo.

Através desse ícone é possível acessar a nova tela de manifestação do destinatário, onde serão listados todos os documentos NF-e recebidos de seus fornecedores, possibilitando a filtragem de documentos por meio de diversos filtros de seleção, e a manifestação das NF-e recebidas. Veja na imagem abaixo a nova tela de manifestação do destinatário.

Essa nova tela visa facilitar o gerenciamento dos documentos, e principalmente alertar o usuário sobre os prazos de Manifestação do Destinatário.

Note que existe uma legenda ao final da tela, onde a cor amarela corresponde aos documentos que estão com prazo prestes a vencer. Já a legenda de cor vermelha corresponde aos documentos que estão com prazo de manifestação vencido. E os documentos de cor verde indicam que a manifestação indicada já foi concluída.

Para realizar a manifestação, basta selecionar no checkbox da grid o documento desejado, e por meio do ícone localizado na parte superior direita da grid escolher entre as ações disponíveis: Ciência da operação, Confirmação da operação, Não realização da operação e Desconhecimento da operação, conforme a imagem abaixo.

A opção ‘Consultar documentos recebidos’ tem como objetivo realizar uma consulta na SEFAZ dos documentos recebidos da sua empresa, e armazenar os mesmos no InvoiCy. Para fazer uso dessa opção não é necessário selecionar nenhum documento na grid.

Após será aberta uma nova tela com o retorno das manifestações, indicando se a mesma foi concluída com sucesso, ou se houve alguma falha, especificando na coluna ‘Retorno’ o que aconteceu. Veja na imagem abaixo a representação dessa tela de retornos.

Apenas para a ação ‘Não realização da operação’ abrirá uma tela para informar a justificativa da manifestação, e só então após isso abrirá essa tela de retornos.

Observação: para realizar o download do arquivo XML da NF-e completa é necessário realizar a Manifestação do Destinatário. Somente após a ciência ou confirmação da operação que será liberado o download do arquivo XML através do ícone de download da grid.

É importante destacar que a manifestação do destinatário também pode ser enviada via Web Service. Para saber mais sobre essa funcionalidade leia o artigo clicando aqui.

Para documentos do tipo CT-e, nesse grupo de ações aparecerá apenas a opção ‘Prest. de Serviço em desacordo’, como pode ser observado na imagem a seguir.

Da mesma forma, para realizar a prestação do serviço em desacordo basta selecionar o checkbox do documento desejado, e clicar na ação. Abrirá então uma tela para informar a justificativa, e após a tela com o retorno do envio.

Também é possível emitir um relatório gerencial dos documentos recebidos, conforme imagem abaixo, que tem por objetivo dar uma visão gerencial de todos os documentos recebidos, baixados ou importados que estão no InvoiCy.

O período máximo para a emissão do relatório contabiliza os últimos 31 dias, a partir do dia em que está sendo emitido. O relatório pode ser emitido tanto resumido, quanto detalhado. Essa opção está disponível logo abaixo dos filtros de data, como demonstra a imagem a seguir.

O relatório resumido trará os CNPJs, a razão social e a quantidade de documentos que foram recebidos, baixados ou importados. Já no relatório detalhado, mais informações serão exibidas, como a chave de acesso dos documentos, o valor, número e série, e o status da manifestação desses documentos. Logo após selecionar o tipo do relatório, o download do PDF será iniciado.

A exportação recorrente pode ser programada para até os próximos 12 meses da exportação do relatório atual. Esse relatório será gerado todo dia primeiro (01) de cada mês e também pode ser classificado em resumido ou detalhado. Para que a exportação ocorra, é necessário informar um endereço de e-mail, para que seja enviado o relatório.

Os agendamentos podem ser consultados na lista de exportações agendadas, onde constam as informações de que tipo é o relatório, para qual e-mail ele será enviado, quantos relatórios já foram executados, e quantos relatórios mensais faltam, assim como a data da próxima execução.

Fluxo de ciência da operação automática

Possibilitamos também efetuar a ciência da operação automática para os resumos dos documentos baixados da SEFAZ. Para saber mais sobre essa funcionalidade leia o artigo Ciência da operação automática.

O que é a manifestação do destinatário?

Última atualização em: 06 de julho, 2018

A Manifestação do Destinatário é um evento da NF-e, que permite que o destinatário da NF-e possa se manifestar sobre a sua participação comercial descrita na NF-e, confirmando as informações prestadas pelo seu fornecedor e emissor do respectivo documento fiscal.

Seu objetivo é trazer mais segurança nas operações fiscais das empresas, garantindo que não houve uso indevido de seu CNPJ e de sua Inscrição Estadual. Desta forma são amenizadas as operações fraudulentas realizadas de má fé por algumas empresas.

A Manifestação do Destinatário também proporciona segurança jurídica, uma vez que uma NF-e não poderá mais ser cancelada após manifestada a confirmação da operação. Isso evita que uma NF-e seja emitida para um destinatário, e logo após o recebimento da mercadoria o seu emissor cancele a NF-e, sem conhecimento do destinatário, com o intuito único e exclusivo de sonegar impostos. Apenas o evento Ciência da Operação não inibe a autorização para o pedido de cancelamento da NF-e.

Através do processo de Manifestação do Destinatário é possível realizar algumas operações, sendo elas:

1. Ciência da Operação

Indica que o destinatário da operação tem conhecimento que o documento foi emitido, mas ainda não expressou uma manifestação conclusiva para a operação. Esta operação também dá direito de o destinatário fazer download do XML. Toda vez que for registrado um evento de Ciência da Operação o destinatário é obrigado a realizar a “Confirmação da Operação”, o “Registro de Operação não Realizada” ou o “Desconhecimento da Operação”.

2. Confirmação da Operação

O evento será registrado após a realização da operação, e significa que a operação ocorreu conforme informado na NF-e. Quando a NF-e trata de uma circulação de mercadorias, o momento de registro do evento deve ser posterior à entrada física da mercadoria no estabelecimento do destinatário.

Este evento também deve ser registrado para NF-e onde não existem movimentações de mercadorias, mas foram objeto de ciência por parte do destinatário, por isso é denominado de Confirmação da Operação e não Confirmação de Recebimento.

Importante registrar que após a Confirmação da Operação pelo destinatário, a empresa emitente fica impedida de cancelar a NF-e.  Apenas o evento Ciência da Operação não inibe a autorização para o pedido de cancelamento da NF-e, conforme o prazo definido na legislação vigente.

3. Não realização da Operação

Este evento será informado pelo destinatário quando, por algum motivo, a operação legalmente acordada entre as partes não se realizou (devolução sem entrada física da mercadoria no estabelecimento do destinatário, sinistro da carga durante seu transporte, etc.).

4. Desconhecimento da Operação

Este evento tem como finalidade possibilitar ao destinatário se manifestar quando da utilização indevida de sua Inscrição Estadual, por parte do emitente da NF-e, para acobertar operações fraudulentas de remessas de mercadorias para destinatário diverso. Este evento protege o destinatário de passivos tributários envolvendo o uso indevido de sua Inscrição Estadual/CNPJ.

5. Download da NF-e

Após efetuar a manifestação do destinatário para uma NF-e, é possível realizar o download do arquivo XML completo da NF-e, diretamente da SEFAZ.

Como funciona esse processo de Manifestação do Destinatário no InvoiCy?

O fornecedor emite uma NF-e, onde a sua empresa é o destinatário. Após a emissão essa NF-e fica armazenada no sistema da SEFAZ.

O InvoiCy conta com um processo que fica buscando diariamente na SEFAZ os documentos recebidos da sua empresa, ou seja, as NF-e que foram emitidas contra o CNPJ da sua empresa.

Então, você acessa o InvoiCy com a sua empresa, e através da tela de Manifestação do Destinatário poderá visualizar todos esses documentos, e realizar a manifestação sobre eles. Ou ainda efetuar o envio dos eventos de manifestação via Web Service.

A manifestação de uma NF-e via tela só é possível através da ativação da extensão ‘Manifestação do Destinatário’, onde você poderá definir as configurações de acordo com a sua empresa. Leia o artigo Extensão Manifestação do destinatário para saber mais sobre o funcionamento desse processo.

Se você deseja enviar a manifestação via Web Service, leia o artigo Envio de eventos, para mais informações.

Ciência da operação automática

Última atualização em: 14 de agosto, 2018

O InvoiCy permite que você realize algumas configurações para efetuar a ciência da operação automática sobre os documentos importados da SEFAZ.

Para isso, você deve configurar e ativar a extensão Manifestação do destinatário. Para saber mais sobre como ativar essa extensão, leia o artigo Extensão Manifestação do destinatário.

Antes de saber como realizar a ciência da operação automática, vamos entender alguns parâmetros que devem ser configurados. Na tela de ativação da extensão constam dois parâmetros que são importantes para o funcionamento desse processo:

– Ciência da Operação automática: ao configurar esse parâmetro como ‘Realizar para todos os documentos’, será efetuada automaticamente a ciência da operação para todos os resumos dos documentos baixados da SEFAZ pelo InvoiCy, armazenando o XML completo desses documentos. Já ao selecionar a opção ‘Realizar apenas para alguns fornecedores’, na tela de manifestação será possível cadastrar uma lista de CNPJs para o InvoiCy efetuar a manifestação de forma automática para todos os documentos baixados da SEFAZ, onde o emissor tenha seu CNPJ cadastrado na listagem de fornecedores.

– Justificativa para não realização da operação: essa justificativa será utilizada para efetuar o evento de operação não realizada sobre as notas que não foram importadas para o InvoiCy.

Na tela de manifestação, aparecerá um ícone de acordo com a opção que foi configurada no parâmetro ‘Ciência da Operação automática‘. Ao marcar a opção ‘Realizar para todos os documentos’, aparecerá o ícone demonstrado na imagem abaixo.

Ao clicar nesse ícone será aberta uma tela para você efetuar a importação do arquivo .CSV com as chaves de acesso dos documentos recebidos que constam em seu ERP. Confira na imagem abaixo a tela.

Você deve selecionar o arquivo para importação, podendo informar uma descrição para ele através do campo ‘Descrição da importação’.

Então no campo ‘Tipo do evento que deve ser disparado para as chaves de acesso’ você pode escolher qual evento será realizado sobre as chaves de acesso que você está importando. As opções disponíveis são: Confirmação da operação, Ciência da operação e Desconhecimento da operação.

Como já mencionamos, existe um processo que consulta automaticamente na SEFAZ os documentos emitidos contra a sua empresa, baixa o XML desses documentos e armazena no InvoiCy.

Então se houver algum documento armazenado para a sua empresa no InvoiCy, e que não esteja no arquivo .CSV que você importou, você pode configurar para que o InvoiCy envie o evento de não realização da operação para esses documentos, através do campo ‘Tipo do evento que deve ser disparado para as notas que não constam na lista importada’. OBS: o InvoiCy irá enviar o evento de não realização da operação para esses documentos apenas quando acabar o prazo para manifestação.

Para isso, o InvoiCy fará uso da justificativa que você configurou no parâmetro de ativação da extensão ‘Justificativa para não realização da operação’.

Já ao selecionar a opção ‘Realizar apenas para alguns fornecedores’, aparecerá o ícone conforme a imagem a seguir.

Ao clicar no ícone você poderá consultar a lista de fornecedores, bem como cadastrar novos fornecedores ou importar através de um arquivo .csv. A estruturação desse arquivo deve ser o seguinte: CNPJ;Nome do fornecedor. Clique aqui para visualizar um exemplo.

A ciência da operação será realizada de forma automática para todos os documentos baixados da SEFAZ, onde o emissor tenha seu CNPJ cadastrado na listagem de fornecedores. Destacando que esse evento será emitido apenas um dia antes de expirar o prazo final para realização da ciência da operação.

Padrão SIGCorp Petrópolis

Última atualização em: 04 de julho, 2018

O Padrão SigCORP Petrópolis utiliza um modelo próprio de layout de XML. Abaixo estão detalhadas as particularidades deste padrão.

Importante:

  • Ao cadastrar uma nova empresa deverão ser preenchidos os campos de ‘Usuário’ e ‘Senha’ de autenticação nas configurações de NFS-e da empresa. Este usuário e senha devem ser solicitados com a prefeitura do seu município.
  • Quando o serviço for prestado em outro município, deve ser informado o local da prestação do serviço.

1. O sistema não permite

– Inutilização da Nota;
– Substituição de RPS;
– Informar o intermediário do serviço;
– Informar valores de desconto (informações desse tipo poderão ser declaradas no campo da discriminação do serviço);
– Informar CNAE e o código do país.

2. Número e Série do RPS

O Padrão SigCORP Petrópolis não permite que haja repetição do número de RPS, pois o mesmo não diferencia Séries de RPS, portanto cada número de RPS é único, independente de qual for a Série utilizada.

3. Tomador estrangeiro

Para efetuar a correta emissão de notas fiscais para o estrangeiro deve-se deixar de informar os seguintes campos:

– Bairro;
– CEP;
– Código do município;
– Endereço;
– Número;
– CNPJ.

Devendo ser informado apenas a razão social do tomador do serviço.

4. Natureza da Operação

Tabela com as opções de Natureza da Operação aceitas pelo sistema SigCORP Petrópolis:

Natureza da operação

5. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy NFS-e.

Padrão DEISS WS

Última atualização em: 04 de setembro, 2018

O Padrão DEISS WS utiliza o modelo ABRASF 2. Abaixo estão detalhadas as particularidades deste padrão.

1. O sistema não permite:

– Inutilização de RPS;
– Informar o tomador vazio.

2. Informação sobre a série

O padrão DEISS WS não permite que haja repetição do número de RPS, pois o mesmo não diferencia Séries de RPS, portanto cada número de RPS é único, independente de qual for a Série utilizada.

3. Tomador do exterior

– Deixar vazio o campo de código do município da prestação do serviço;
– Não informar o campo de CNPJ;
– Informar o código do país do serviço e também do tomador;
– A Natureza da Operação a ser informada é Exportação;
– UF deve ser deixado vazio;
– Informar o campo de Documento do Tomador estrangeiro;
– Informar a razão social e o e-mail do tomador.

4. Substituição de NFS-e

Caso o emissor desejar também poderá utilizar o serviço de substituição de notas, e que fará o cancelamento da nota anterior e a emissão de um novo RPS.

5. Intermediário do serviço

O grupo de intermediário possui como obrigatoriedade de informações mínimas como o CPF/CNPJ, a inscrição municipal caso o CNPJ for informado, a razão social e o código do município do intermediário do serviço.

6. Construção Civil

Informações relacionadas à construção civil devem se cadastradas com seu respectivo código de obra, relacionado ao serviço que o mesmo deseja prestar.

7. Impressão

O padrão não disponibiliza link para impressão de notas no modelo da prefeitura.

8. Natureza da Operação

Tabela com as opções de Natureza da Operação aceitas pelo sistema DEISS WS:

Natureza da operação

9. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy NFS-e.

10. Observações

O prestador deve solicitar junto a prefeitura habilitação para emitir NFS-e via integração com o WS.

O prestador deve emitir 15 notas em homologação, sendo que para estas 15, 5 devem ser substituídas via serviço de substituição e 5 canceladas via serviço de cancelamento. Somente após realizar esses procedimentos, será liberado para emitir RPS em produção. 

Padrão SIGCorp Sarandi

Última atualização em: 04 de julho, 2018

O Padrão SIGCORP Sarandi utiliza um modelo próprio de layout de XML. Abaixo estão detalhadas as particularidades deste padrão.

Importante:

Ao cadastrar uma nova empresa deverão ser preenchidos os campos de ‘Usuário’ e ‘Senha’ de autenticação nas configurações de NFS-e da empresa. Este usuário e senha devem ser solicitados com a prefeitura do seu município.

1. O sistema não permite:

– Inutilização da Nota;
– Substituição de RPS;
– Informar o intermediário do serviço;
– Informar valores de desconto (informações desse tipo poderão ser declaradas no campo da discriminação do serviço);
– Informar CNAE e o código do país;
– Informar o valor da alíquota quando o contribuinte não for Optante do Simples Nacional.

2. Número e Série do RPS

O Padrão SigCORP Sarandi não permite que haja repetição do número de RPS, pois o mesmo não diferencia Séries de RPS, portanto cada número de RPS é único, independente de qual for a Série utilizada.

3. Tomador estrangeiro

Para efetuar a correta emissão de notas fiscais para o estrangeiro deve-se deixar de informar os seguintes campos:

– Bairro;
– CEP;
– Código do município;
– Endereço;
– Número;
– CNPJ;

Devendo ser informado apenas a razão social do tomador do serviço.

4. Natureza da Operação

Tabela com as opções de Natureza da Operação aceitas pelo sistema SigCORP Botucatu:

Natureza da operação

5. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy NFS-e.

Release Notes – Versão 2.4.0

Versão 2.4.0 – 10/07/2018 – Em produção

Ativação das extensões

A tela para ativação das extensões sofreu diversas modificações e melhorias, para facilitar a visualização e ativação das extensões por parte dos usuários. Para conhecer melhor o funcionamento da nova tela acesse o artigo Extensões do InvoiCy.

Impressão de NF-e cancelada

A partir dessa nova versão será possível efetuar também a impressão do DANFE de uma NF-e que está com status cancelado, através da tela inicial ou da tela de detalhes do documento, e ainda através da tela de documentos importados. Nos processos de exportação e consulta também será considerado o DANFE das NF-e canceladas. E ao efetuar o cancelamento de uma NF-e via Web Service, também será retornado o PDF de cancelamento, de acordo com as configurações da empresa.

Para isso, deve-se configurar o parâmetro ‘Imprimir DANFE de cancelamento?’ na tela de configurações de impressão da NF-e, como demonstra a imagem abaixo.

Adequações no layout de envio da NF-e 4.0

Foi criado um novo campo no grupo ‘Imposto’ do layout de envio da NF-e 4.0, ‘GerarICMSST’, para indicar se deverá ser gerado o grupo ICMSST quando informada CST 41 ou 60. Também foram criados novos campos para quando for informado CST 60 ou CSOSN 500, ‘pRedBCEfet‘, ‘vBCEfet’, ‘pICMSEfet’ e ‘vICMSEfet’. Para mais informações verifique o layout de envio da NF-e clicando aqui.

Destacando que a tela de digitação também sofreu ajustes para contemplar esses novos campos.

Configurações de impressão no cadastro de empresas via Web Service

O layout de cadastro de empresas sofreu algumas alterações, onde foi criado um novo grupo correspondente ao módulo NFC-e no grupo “Impressão”. Além da remoção e inclusão de novos campos no grupo de configurações de impressão para o módulo NF-e. Para conhecer todas as modificações realizadas faça download do layout de cadastro de empresas clicando aqui.

Particularidades nas configurações de emissão de NFS-e

Foi criado um novo grupo de Particularidades na tela de configurações para emissão do módulo NFS-e, para cada empresa configurar os parâmetros de acordo com as suas necessidades. A imagem abaixo representa os parâmetros desse novo grupo.

Detalhamento da versão

Para conhecer todas as modificações realizadas nesta versão, clique aqui.

Versão 2.4.0 – mais detalhes

Última atualização em: 10 de julho, 2018

Confira todas as alterações e melhorias realizadas na versão 2.4.0 do InvoiCy, que já está em produção:

Código da solicitação – Descrição:

8591 – Ativação das extensões: foram efetuadas diversas melhorias na tela de ativação das extensões, para facilitar a visualização e ativação das mesmas por parte dos usuários.

Módulo NF-e:

8769 – Configurações de impressão no cadastro de empresas via Web Service: o layout de cadastro de empresas sofreu alterações, foi criado um grupo correspondente ao módulo NFC-e no grupo “Impressão”, alguns campos também foram removidos e outros adicionados no grupo correspondente ao módulo NF-e.

8784 – Impressão de NF-e cancelada: essa nova versão permite efetuar a impressão do DANFE de NF-e que estão com status cancelado.

Adequações no layout de envio da NF-e 4.0: novos campos foram criados no layout de envio da NF-e 4.0, no grupo de imposto. Para mais informações baixe o layout clicando aqui.

Módulo NFS-e:

8767 – Particularidades nas configurações de emissão de NFS-e: a tela de configurações para emissão do módulo NFS-e conta com o novo grupo ‘Particularidades’, para cada empresa configurar os parâmetros de acordo com as suas necessidades.

Padrão Sigcorp Sarandi/PR: para o módulo NFS-e foi liberado o novo padrão SIGCORP, para o município de Sarandi – PR. Para mais informações leia o artigo sobre esse Padrão clicando aqui.

Padrão DEISS WS Indaiatuba/SP: para o módulo NFS-e foi liberado o novo padrão DEISS WS, para o município de Indaiatuba – SP. Para mais informações leia o artigo sobre esse Padrão clicando aqui.

Padrão Sigcorp Petrópolis/RJ: para o módulo NFS-e foi liberado o novo padrão SIGCORP, para o município de Petrópolis – RJ. Para mais informações leia o artigo sobre esse Padrão clicando aqui.