Padrão AWATAR WS

Última atualização em: 03 de janeiro, 2019

O Padrão Awatar WS segue o modelo próprio. Segue abaixo suas particularidades:

1. O sistema não permite:

  • Substituição de Notas Fiscais de Serviço Eletrônica;
  • Impressão do RPS no modelo da prefeitura;
  • Inutilização de Notas;
  • Intermediário do serviço.

2. Solicitação na prefeitura

  • Para realizar a emissão via web service o cliente deve solicitar na prefeitura do seu município o usuário e senha. No wizard de cadastro do InvoiCy BR deverá ser informado o usuário e senha nos campos de usuário e senha de autenticação.

3. Código CNAE

  • O código CNAE segue a regras legislativas do município, sendo informado apenas quando o município possuir em sua legislação a permissão para tal, em certos municípios não possui a exigência para informar, portanto mantendo em branco.

4. Impressão

  • Possui disponibilidade de impressão pelo modelo da prefeitura do município onde a empresa está situada.

5. Formas de pagamento

As formas de pagamento devem ser seguidas conforme a tabela relacional do município:

6. Natureza da Operação

O campo de natureza da operação deverá seguir o padrão próprio do município:

7. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy NFS-e.

Padrão E-Nota WS

Última atualização em: 03 de janeiro, 2019

O Padrão E-Nota WS segue o modelo próprio. Segue abaixo suas particularidades:

1. O sistema não permite:

  • Não possui ambiente de homologação da prefeitura;
  • Consulta de NFS-e por RPS;
  • Substituição de Notas Fiscais de Serviço Eletrônica;
  • Inutilização de NFS-e;
  • Cancelamento de NFS-e;
  • Intermediário do Serviço,
  • Construção Civil;
  • Itens na nota.

2. Solicitação com a prefeitura

Para realizar a emissão de Notas Fiscais de Serviço Eletrônica no InvoiCy BR, você deve solicitar na prefeitura do seu município a solicitação de 2 tipos de usuário e senha. O usuário e senha que você utiliza para realizar login no portal da prefeitura será utilizado nos campos “Usuário de autenticação” e “Senha de autenticação” no wizard de cadastro do InvoiCy BR. O segundo usuário e senha que você possuir será utilizado nos campos de “Cliente Id” e “Cliente Secret”, conforme segue a imagem de exemplo:

3. Código CNAE

  • O código CNAE segue a regras legislativas do município, sendo informado apenas quando o município possuir em sua legislação a permissão para tal, em certos municípios não possui a exigência para informar, portanto mantendo em branco.

4. Impressão

  • Possui disponibilidade de impressão pelo modelo da prefeitura do município onde a empresa está situada.

5. Cancelamento

  • O cancelamento só poderá ser realizado no portal da prefeitura, caso realizá-lo no Invoicy haverá a mensagem que lhe indicara que será apenas um cancelamento interno não sendo possível cancelar via web service, devendo realizá-lo no portal da prefeitura do município emissor.

6. Natureza da Operação

  • O campo de natureza da operação não foi disponibilizado pela prefeitura, o controle da informação é feita pelo sistema da prefeitura.

7. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy NFS-e.

Padrão ASPEC

Última atualização em: 03 de janeiro, 2019

O Padrão ASPEC segue o modelo próprio de layout XML. Segue abaixo suas particularidades:

1. O sistema não permite:

  • Substituição de Notas Fiscais de Serviço Eletrônica;
  • Consulta de Notas Fiscais;
  • Cancelamento;
  • Inutilização;
  • Informar construção civil;
  • Informar  os materiais e itens;
  • Informar o intermediário do serviço.

2. Obrigatoriedades

  • Item da Lista de serviço;
  • Código de tributação do município;
  • Valor de serviço e valor da base de cálculo;
  • Código do país.

3. Solicitação na prefeitura

Ao realizar o cadastro de empresa no sistema da prefeitura do seu município deve ser solicitado a liberação do token para iniciar a emissão de NFS-e via web service. Após liberação do token deve ser inserido no wizard de cadastro de empresa no InvoiCy o token no campo de autenticação do usuário:

4. Código de tributação do município

Para realizar o envio do código de tributação do município é necessário solicitar com a prefeitura o ID do item da lista de serviço. Este ID deverá ser obrigatoriamente enviado no campo de código de tributação do município por se tratar de um identificador próprio que o município definiu para identificar o item da lista de serviço, portanto devendo informar o item da lista de serviço em seu respectivo campo e o ID do item no código de tributação do município.

5. Código CNAE

  • O código CNAE segue a regras legislativas do município, sendo informado apenas quando o município possuir em sua legislação a permissão para tal, em certos municípios não possui a exigência para informar, portanto mantendo em branco.

6. País do tomador

O campo do país deverá ser informado com sua respectiva sigla independente de ser do exterior ou do Brasil.

7. Impressão

  • Não possui disponibilidade de impressão pelo modelo da prefeitura do município onde a empresa está situada.

8. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy NFS-e.

Release Notes – Versão 2.11.0

Versão 2.11.0 – 03/01/2019 – em homologação

Melhorias na tela de digitação

Nesta versão, o InvoiCy passa a contar com melhorias na tela de Digitação. Além da parte visual, foram alterados diversos pontos para melhorar a experiência do usuário. Entre essas alterações, está a possibilidade de visualizar quais campos são obrigatórios no preenchimento dos dados, como por exemplo, de um novo destinatário. Esses campos estarão destacados em vermelho, como demonstra a exemplo abaixo.

Se um produto já foi utilizado para a mesma UF ou mesmo destinatário, o InvoiCy preencherá automaticamente os campos de Informações do Produto e os campos de Informações do Imposto. Caso um produto ainda não tenha sido utilizado para a UF ou para o destinatário da nota em digitação, ou seja um produto novo, esse produto ficará destacado em vermelho para que o usuário lembre-se de revisar detalhes importantes do item. Na imagem a seguir, um exemplo de como o produto ficará quando destacado.

Nas informações dos impostos, as abas que forem de maior importância e obrigatórias estarão destacadas em amarelo. A imagem a seguir demonstra as abas destacadas.

Permitir referenciar NFC-e para nota de devolução

Agora, a tela de digitação permite também referenciar uma NFC-e para uma nota de devolução. Para realizar essa ação o usuário deve selecionar no campo “Finalidade” a opção “Devolução de NFC-e”.

No referenciamento, o usuário poderá referenciar todos ou alguns itens da nota, sendo permitido 120 itens referenciados por cada nota emitida.

Para as notas que estão na base de dados do InvoiCy, o usuário poderá buscá-las por Número e Série ou Chave de Acesso.

O usuário poderá também referenciar notas que não constam na base de dados do InvoiCy, sendo necessária a inclusão da Chave de Acesso da NFC-e, e consequentemente, a inclusão dos produtos manualmente por parte do usuário na grid de produtos.

Ao referenciar uma NFC-e para devolução, o InvoiCy preencherá automaticamente o campo das Informações de Interesse do Fisco com os dados do destinatário da nota referenciada (Nome, endereço, CPF ou CNPJ).

Mensagem de orientação ao usuário

Para os usuários da digitação que emitirem a primeira nota do dia, o InvoiCy mostrará uma mensagem de orientação caso houver pulos de numeração (notas em digitação) em dias anteriores ao atual.

O objetivo é seguir a regra da SEFAZ, que orienta que não se emita uma nova NF-e quando ainda há NF-es em digitação de dias anteriores, para não ocasionar problemas na sequência da numeração das próximas notas emitidas.

De acordo com a SEFAZ: “Conforme Ajuste SINIEF 7/05 Cláusula terceira, Inciso II – a numeração da NF-e será sequencial de 1 a 999.999.999, por estabelecimento e por série. Caso você deixar NF-e em digitação com numeração anterior a última NF-e autorizada, terá uma quebra na sequência da numeração da NF-e e estes números de NF-e em Digitação não poderão ser mais utilizados nas emissões, mas sim deverão ser inutilizados até o 10 (décimo) dia do mês subsequente, conforme Cláusula décima quarta.”.

Novo campo disponível na correção de NFC-e

Na versão 2.11.0 do InvoiCy, foi incluído um novo campo para correção de NFC-e. A partir de agora o campo CEANTrib também pode ser corrigido através da tela de correção da NFC-e.

Importação de CT-e recebidos

Nas versões anteriores do InvoiCy, os documentos CT-e recebidos eram importados para o InvoiCy apenas quando o CNPJ da empresa estivesse no papel de Destinatário do documento. A partir dessa versão, os documentos serão importados, independente de qual papel o CNPJ da empresa esteja informado (tomador, remetente, expedidor, recebedor).

Novo campo no layout de impressão da NFS-e

A partir desta versão do InvoiCy, a representação impressa do Espelho da NFS-e passa a apresentar a data e hora de autorização ou conversão da NFS-e na prefeitura. A apresentação desta informação depende do retorno da prefeitura, portanto, está disponível apenas para os municípios que retornam tal informação, nos demais será apresentada a data de emissão do Recibo Provisório de Serviço (RPS).

Detalhamento da versão

Para conhecer todas as modificações realizadas nesta versão, clique aqui.

Versão 2.11.0 – mais detalhes

Última atualização em: 03 de janeiro, 2019

Confira todas as alterações e melhorias realizadas na versão 2.11.0 do InvoiCy, que já está em homologação:

Código da solicitação – Descrição:

NF-e:

9354 Melhorias na tela de digitação: o InvoiCy passa a contar com melhorias na tela de Digitação. Além da parte visual, foram alterados diversos pontos para melhorar a experiência do usuário e usabilidade da tela.

9271 Possibilidade de referenciar NFC-e na digitação: a partir de agora a tela de digitação permite também referenciar uma NFC-e para uma nota de devolução.

9157 – Mensagem de orientação ao usuário na digitação: de acordo com a orientação da SEFAZ, para os usuários da digitação que emitirem a primeira nota do dia, o InvoiCy mostrará uma mensagem caso houver pulos de numeração (notas em digitação) em dias anteriores ao atual.

NFC-e:

9497 – Novo campo disponível na correção de NFC-e: foi incluído um novo campo para correção de NFC-e. A partir de agora o campo CEANTrib também pode ser corrigido através da tela de correção da NFC-e.

CT-e:

9481 – Importação de documentos CT-e recebidos: a partir dessa versão, os documentos CT-e recebidos serão importados, independente de qual papel o CNPJ da empresa esteja informado (tomador, remetente, expedidor, recebedor).

NFS-e:

9573 – Novo campo no layout de impressão da NFS-e: a representação impressa do Espelho da NFS-e passa a apresentar a data e hora de autorização ou conversão da NFS-e na prefeitura. A apresentação desta informação depende do retorno da prefeitura, portanto, está disponível apenas para os municípios que retornam tal informação.

9520 – Padrão ASPEC – Oriximiná/PA: liberada a integração com o município de Oriximiná – PA, atendido pelo padrão ASPEC. A partir de agora prestadores de serviço deste município podem emitir NFS-e pelo InvoiCy.

9446 – Padrão Awatar – Capim Grosso/BA: liberada a integração com o município de Capim Grosso – BA, atendido pelo padrão Awatar. A partir de agora prestadores de serviço deste município podem emitir NFS-e pelo InvoiCy.

9495 – Padrão E-Nota Portal Público – Arapiraca/AL: liberada a integração com o município de Arapiraca – AL, atendido pelo padrão E-nota Portal Público. A partir de agora prestadores de serviço deste município podem emitir NFS-e pelo InvoiCy.

9078 – Padrão D2TI – Caxias/MA: liberada a integração com o município de Caxias – MA, atendido pelo padrão D2TI. A partir de agora prestadores de serviço deste município podem emitir NFS-e pelo InvoiCy.