Padrão SIGCORP ABRASF

Última atualização em: 09 de abril, 2019

O Padrão SIGCORP ABRASF utiliza o modelo de layout XML da ABRASF 2.0. Abaixo estão detalhadas as particularidades deste padrão:

1. O sistema não permite:
– Inutilização da Nota;
– Tomador do exterior;
– Intermediário do serviço;
– Substituição de NFSe

2. Tomador
Para tomador não identificado informar CPF 77777777777 e razão social: ‘NÃO INFORMADO’.

3. Natureza da Operação
Tabela com as opções de Natureza da Operação aceitas pelo sistema:

Natureza da operação

4. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy NFS-e.

Padrão RLZ ABRASF

Última atualização em: 05 de abril, 2019

O Padrão RLZ ABRASF utiliza o modelo de layout XML da ABRASF 2.03. Abaixo estão detalhadas as particularidades deste padrão:

1. O sistema não permite

– Inutilização da Nota;
– Tomador não identificado
– Valor do serviço não informado

2. Natureza da Operação

Tabela com as opções de Natureza da Operação aceitas pelo sistema:

3. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy NFS-e.

Importação de NFS-es emitidas

Última atualização em: 03 de abril, 2019

Para utilizar a importação de NFS-es no InvoiCy é necessário contratar a extensão “Documentos importados”, e configurar uma caixa de leitura de e-mail onde são recebidas as notas fiscais.

Para saber mais sobre essa extensão leia o artigo Extensão Documentos importados. Para configurar a caixa de e-mail, siga os passos do artigo Configurando uma caixa de e-mail.

Um processo automático ficará rodando no servidor e fará a leitura dos XMLs na caixa de e-mail configurada. Esta mesma caixa de e-mail poderá ser utilizada tanto para importação de NFS-es emitidas quanto recebidas.

Também é possível importar manualmente xmls de arquivos NFS-e através da tela de importação de documentos. O e-mail cadastrado receberá uma notificação em alguns instantes sobre o resultado da importação.

tela_importacao.png

Para visualizar as notas basta clicar no ícone da extensão ‘Documentos importados’ na parte superior direita da aplicação, conforme demonstra a imagem abaixo.

tela-documentos-importados

Através desse ícone é possível acessar a nova tela de documentos importados, onde serão listados todos os documentos NFS-e que foram importados para o InvoiCy. Verifique se o filtro Emitido / Recebido está marcado.

Também disponibilizamos um serviço de exportação dessas notas. O processo é o mesmo que a consulta de documentos recebidos, porém é necessário informar a tag <EmitidoRecebido> como “E”. Para utilizar esse serviço, siga os passos do artigo Exportação de NFS-e de entrada.

Release Notes – Versão 2.14.0

Versão 2.14.0 – 16/04/2019 – em produção

Alterações no layout de cadastro de empresas via Web Service

O layout de cadastro de empresas via Web Service sofreu algumas alterações no grupo de parâmetros, de forma a deixar mais organizada a integração para nossos parceiros.

Faça download do novo layout clicando aqui, e fique atento a todas as alterações.

É importante destacar que as integrações com os layouts da forma antiga continuarão funcionando normalmente.

Ativar e desativar extensões para a empresa via Web Service

Criamos o novo grupo ‘Extensão’ no layout de cadastro de empresas, que permite ativar e desativar as extensões para as empresas, via integração Web Service.

O parceiro poderá definir para quais módulos deseja ativar a extensão, e informar os parâmetros de configuração.

Para mais informações faça download do layout de integração clicando aqui.

Consulta do cadastro de empresas na SEFAZ

Disponibilizamos um novo método que permite consultar o cadastro das empresas perante a SEFAZ, através de integração com o Web Service arecepcao.

Na imagem abaixo demonstramos o layout de envio, onde deve-se informar a versão do Web Service, tipo do ambiente, CNPJ da empresa que deseja consultar e o código da UF.

Envio consulta empresa SEFAZ

Para fazer download do XML de exemplo clique aqui. Você também pode fazer download do layout de integração em Excel, clicando aqui.

É importante destacar que para realizar a consulta via Web Service deve-se gerar o código HASH em formato MD5, com as seguintes informações:

  • Para esse layout em específico deve-se utilizar a chave de acesso do Parceiro, que pode ser obtida na tela Parceiros do Painel de Controle, concatenando com todo o conteúdo contido dentro do grupo de tag <ConsultaCadastro>. Copie a chave, mais todo o conteúdo (inclusive as tags).

Após efetuar a consulta serão retornadas as informações da empresa, como demonstra a imagem abaixo.

Para fazer download do exemplo de XML de retorno clique aqui.

É importante destacar que algumas UF não disponibilizam esse serviço, abaixo destacamos a particularidade de cada UF.

Ambiente de Produção:

– UFs que atendem ao serviço: BA, CE, GO, MG, MT, PE, PR, SP, SVRS: AC, RN, PB, SC

– UFs que não estão comunicando com o serviço: AM, MS, RS, SVAN

Ambiente de Homologação:

– UFs que atendem ao serviço: BA, CE, GO, MG, MS, MT, PE, PR, SP

– UFs que não estão comunicando com o serviço: AM, RS, SVRS: AC, RN, PB, SC, SVAN

Detalhamento da versão

Para conhecer todas as modificações realizadas nesta versão, clique aqui.

Versão 2.14.0 – mais detalhes

Última atualização em: 16 de abril, 2019

Confira todas as alterações e melhorias realizadas na versão 2.14.0 do InvoiCy, que já está em produção:

Código da solicitação – Descrição:

NF-e:

9582 – Permitir texto dinâmico para impressão da Lei do Imposto:

A partir dessa versão disponibilizamos um novo campo na tela de configurações de impressão da NF-e, que permite personalizar o texto da lei do imposto na impressão do DANFE. Para configurar esse parâmetro basta acessar a tela de impressão da NF-e, e configurar o campo ‘Texto para impressão dos tributos’, conforme destacado na imagem abaixo. Lembrando que esse campo estará disponível apenas para o DANFE personalizado.

O campo já virá configurado com um texto padrão, mas você poderá alterar para a informação que desejar.

Esse mesmo campo também foi adicionado para o módulo CT-e, também na tela de impressão do módulo, como destacado na imagem abaixo. E da mesma forma virá configurado com um valor padrão, mas permitindo a edição.

Será possível também configurar esses campos no cadastro da empresa via Web Service, através da tag <TextoImpressaoTributos>, disponibilizada dentro do grupo de Impressão, para os módulos NF-e e CT-e. Para mais informações faça download do layout de cadastro de empresas clicando aqui.

9091 – Disponibilizar campos específicos para Valores de DIFAL no DANFE:

Nessa versão, o DANFE conta com mais dois campos novos para impressão. Agora, o InvoiCy permite que seja impresso no DANFE dois campos referentes ao DIFAL (Diferencial de Alíquota), o primeiro é o Valor ICMS UF Remetente e o segundo é o Valor ICMS UF Destinatário.

Para configurar a impressão desses campos, o usuário deve acessar o Painel de Controle, na opção Impressão da NF-e. Vale ressaltar que esse campo só está disponível para o modelo de DANFE personalizado. Na imagem abaixo temos a representação do parâmetro onde o usuário irá escolher se deseja ou não imprimir os campos no DANFE.

9888 – Permitir referenciar os itens de CF-e SAT armazenados no InvoiCy:

A partir dessa versão, o usuário poderá referenciar os itens de CF-e SAT armazenados no InvoiCy.

Na digitação de uma nota de devolução, o usuário poderá referenciar os itens de um CF-e SAT que esteja na base de dados do InvoiCy. Para isso, o usuário deverá primeiramente selecionar a finalidade de ‘Devolução NFC-e/SAT’.

Em seguida, deve preencher o destinatário da nota. O próximo passo é referenciar o CF-e SAT para devolução. Para isso, na seção Documentos Referenciados, o usuário deverá clicar em “Adicionar Documentos”. Na tela que será aberta, é necessário informar o Tipo do Documento, Modelo, Número e Série.

Assim que adicionado o documento aparecerá na grid, e o usuário poderá escolher se quer referenciar todos os itens, na opção mostrada na imagem abaixo.

Ou se deseja referenciar somente um item específico, clicando em “Selecionar Itens”. Se o usuário deseja, então, selecionar itens específicos da nota, será aberta uma pop-up onde poderá selecionar os itens que deseja referenciar, clicando em “Referenciar selecionados” para concluir a ação.

Por fim, os itens referenciados aparecerão na grid de produtos, onde deverão ser feitas as alterações necessárias (CFOP, tributos, impostos) do produto para devolução.

NFS-e:

9855 – Padrão NF-em – Joinville/SC: liberada a integração com o município de Joinville – SC, atendido pelo padrão NF-em. A partir de agora prestadores de serviço deste município podem emitir NFS-e pelo InvoiCy. Para mais informações acesse o artigo do padrão clicando aqui.

Padrão NF-em – Joinville

Última atualização em: 02 de abril, 2019

O Padrão NF-em segue o modelo padronizado ABRASF 1.0. Segue abaixo suas particularidades:

1. O sistema não permite:

– Substituição de Notas Fiscais de Serviço Eletrônica;
– Inutilização de NFS-e.

2. Disponibilidade de grupos:

– Intermediário do Serviço;
– Construção Civil.

3. Obrigatoriedades para conversão de RPS para NFS-e

Identificação do prestador dos serviços, contendo:

– Nome ou razão social;
– Endereço;
– Número do CPF ou CNPJ;
– Número no IM.

Identificação do tomador dos serviços contendo:

– Nome ou razão social;
– Endereço;
– Número do CPF ou CNPJ.

Outras informações a serem informadas no RPS:

– Descrição dos serviços prestados;
– Preço do serviço;
– Enquadramento do serviço executado na lista de serviços (subitem);
– Alíquota aplicável;
– Valor do imposto e se for o caso, da retenção na fonte

4. Tomador do exterior

– O campo de Exigibilidade ISS deve ser informado 4, conforme layout (Exportação);
– Informar o país de prestação de serviço no grupo do serviço.

5. Código CNAE

– O código CNAE segue a regras legislativas do município, sendo informado apenas quando o município possuir em sua legislação a permissão para tal, em certos municípios não possui a exigência para informar, portanto mantendo em branco.

6. Cancelamento

Para realização correta e dentro dos prazos de cancelamento, o município estabeleceu algumas regras a serem seguidas:

– Até o vencimento do imposto, seja ele retenção (quinzenalmente) ou próprio (mensalmente);
– Até antes do pagamento seja ele pela retenção ou próprio;
– Via processo  administrativo, naqueles casos não enquadrados nas hipóteses anteriores.

7. Impressão

Possui disponibilidade de impressão pelo modelo da prefeitura do município onde a empresa está situada, para realizar a impressão é necessário realizar login com o portal da prefeitura do município:

8. Natureza da Operação:

O campo de natureza da operação deverá seguir o padrão ABRASF:

Natureza da operação

9. Regime Especial de Tributação

Conforme o padrão ABRASF seguem os seguintes valores para o campo de Regime Especial de Tributação:

Regime especial de Tributação

10. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy NFS-e.

Cancelamento de NFC-e por substituição

Última atualização em: 20 de março, 2019

Com a implementação da Nota Técnica 2018.004, torna-se possível a emissão do novo evento de cancelamento por substituição (EveTp = 110112) para NFC-e. Esse evento assemelha-se muito com o evento de cancelamento normal, sendo que o atual evento não sofreu nenhum impacto.

O emissor poderá solicitar o cancelamento de uma NFC-e, desde que seja emitida outra NFC-e em contingência para substituir essa primeira operação, respeitando o prazo máximo de 168 horas, o que pode variar para cada UF.

Na imagem abaixo demonstramos a estrutura desse novo evento. No campo ChaAcessoSubstituta, deve ser informada a chave de acesso do documento substituto, que deverá ser emitido com tpEmis 9, para não ocasionar rejeição do evento.

Para mais informações baixe nosso layout em Excel de envio de eventos, ou ainda um exemplo XML do envio do evento.

O processo de descarte de documentos do InvoiCy também foi adequado para emitir nesse novo evento 110112. Na sequência detalhamos algumas mudanças e particularidades. Para entender melhor o processo de descarte leia o artigo Descarte de documentos.

Para quem utiliza o layout de descarte por substituição, foram criados três campos novos, sendo eles: CNPJ_emit, nNFSubstituta, serieSubstituta.

Agora, ao enviar o descarte deve-se informar no campo nNFSubstituta e serieSubstituta, o número e série do documento que irá substituir o documento descartado. Veja na imagem abaixo o novo layout de integração.

Destacando que a nota substituída deve ser emitida com tpEmis 1, e a nota substituta deve ser enviada com tpEmis 9, caso contrário o evento será rejeitado. Para clientes que fazem uso desse layout de descarte, o InvoiCy irá tratar automaticamente o tpEmis da nota substituta.

O layout de descarte avulso, também conta com novos campos, sendo eles: NumeroSubstituta, SerieSubstituta, onde deve-se informar o número e série do documento substituto.

É importante destacar que a nota substituída deve estar emitida com tpEmis 1, e a nota substituta sempre deve ser enviada com tpEmis 9, caso contrário o evento será rejeitado. É de responsabilidade dos emissores que fazem uso desse layout controlar o tpEmis da nota substituta.

As principais validações da SEFAZ sobre o envio deste novo evento são:

– A nota substituída deve ser emitida com tpEmis 1, e a nota substituta deve ter tpEmis 9, caso contrário resultará na rejeição: 920 – Tipo de Emissão inválido no Cancelamento por Substituição;

– A data de emissão da nota substituta não pode ser maior que 2 horas da data de emissão da nota que será descartada/cancelada, ou resultará na rejeição: 915 – Data de emissão da NF-e Substituta maior que 2 horas da data de emissão da NFe a ser cancelada;

– A nota substituta sempre deve estar com status Autorizado, caso contrário o evento de cancelamento não será enviado, e resultará na rejeição: 913 – NF-e Substituta Denegada ou Cancelada.

Release Notes – Versão 2.13.0

Versão 2.13.0 – 26/03/2019 – em produção

Cancelamento de NFC-e por substituição – NT 2018.004

A implementação dessa Nota Técnica trás a possibilidade de emissão do novo evento de cancelamento por substituição (EveTp = 110112) para NFC-e. Esse evento assemelha-se muito com o evento de cancelamento normal, sendo que o atual evento não sofreu nenhum impacto.

O emissor poderá solicitar o cancelamento de uma NFC-e, desde que seja emitida outra NFC-e em contingência para substituir essa primeira operação, respeitando o prazo máximo de 168 horas, o que pode variar para cada UF.

Para emissores que enviarem o atual evento de descarte de documentos, o InvoiCy já está preparado para efetuar a emissão nesse novo evento 110112.

Para saber mais sobre esse novo evento e conhecer seu layout de integração, leia o artigo Cancelamento de NFC-e por substituição.

Cadastro de Informações do Responsável Técnico – NT 2018.005

A emissão de NF-e e NFC-e conta a partir de agora com um novo grupo para informar o responsável técnico pelo sistema, ou seja, a empresa desenvolvedora ou responsável pelo sistema emissor utilizado pelo contribuinte.

De acordo com publicação da NT 2018.005 v1.20, as UF de AL, AM, MS, PE, PR, SC e TO passarão a aceitar as informações do responsável técnico a partir de 07/05/2019. Já os campos ‘idCSRT’ e ‘hashCSRT’ do grupo de informações do Código de Segurança do Responsável Técnico, não tem uma data prevista para implantação.

No InvoiCy, essas informações poderão ser cadastradas através da tela de Parceiros, no Painel de Controle, como demonstrado na imagem.

A critério de cada UF, poderá ser solicitado para a empresa responsável um código de segurança, denominado de Código de Segurança do Responsável Técnico (CSRT), que também poderá ser informado nesta tela de Parceiro.

É possível também cadastrar esses dados via integração com o Web Service arecepcao. A imagem abaixo demonstra um exemplo do layout do XML que deve ser enviado. Você pode fazer download do exemplo XML clicando aqui, e também pode baixar o layout em Excel clicando aqui.

É importante destacar que para realizar o cadastro via Web Service deve-se gerar o código HASH em formato MD5, com as seguintes informações:

  • Para esse layout em específico deve-se utilizar a chave de acesso do Parceiro, que pode ser obtida na tela Parceiros do Painel de Controle, concatenando com todo o conteúdo contido dentro do grupo de tag <CadastroParceiro>. Copie a chave, mais todo o conteúdo (inclusive as tags).

Quando as informações do responsável técnico estiverem preenchidas na tela de Parceiros, ao efetuar a emissão de uma NF-e ou NFC-e o respectivo grupo será gerado no XML.

Mas também pode-se informar o grupo no layout de integração de envio da NF-e/NFC-e, seguindo o exemplo da imagem abaixo.

Para mais informações sobre o novo grupo, faça download do nosso layout em Excel. As alterações estão em destaque.

Adequações para implementação da NT 2018.005

Com a implementação da NT 2018.005, foram criados novos campos, que não são obrigatórios, no grupo de local de retirada da NF-e e NFC-e. A imagem abaixo demonstra o layout do grupo já com os campos novos.

O grupo de local de entrega recebeu os mesmos campos, que também não são obrigatórios. Veja na imagem abaixo um exemplo do grupo.

Foi criado um novo parâmetro na tela de configurações de impressão da NF-e para exibir os novos grupos de retirada e entrega no DANFE personalizado. Veja na imagem abaixo em destaque o novo parâmetro.

O grupo de medicamentos da NF-e recebeu o novo campo ‘xMotivoIsencao’, para informar o motivo da isenção da ANVISA, mas seu preenchimento não é obrigatório.

Foi criado o novo campo ‘vICMSSubstituto’, no grupo de ICMS da NF-e, que poderá ser informado para ICMSST, CST 60 ou CSOSN 500. O grupo de ICMS-ST também conta com novos campos para informar Fundo de Combate a Pobreza (FCP) retido anteriormente por ST.

Todos estes campos foram adequados também na tela de digitação da NF-e.

Por fim, o protocolo de autorização do XML ganhou dois campos novos, que são opcionais a critério de cada UF, para retornar uma mensagem de interesse da SEFAZ ao contribuinte.

ATENÇÃO! É de responsabilidade do emissor enviar estes campos novos somente a partir de 07/05/2019, que é a data prevista para implantação da Nota Técnica em produção.

Para saber o impacto de todos os campos, faça download do nosso layout em Excel. Todas as alterações estão em destaque.

Detalhamento da versão

Para conhecer todas as modificações realizadas nesta versão, clique aqui.

Versão 2.13.0 – mais detalhes

Última atualização em: 03 de abril, 2019

Confira todas as alterações e melhorias realizadas na versão 2.13.0 do InvoiCy, que já está em produção:

Código da solicitação – Descrição:

9304 – Exibir rejeição dos documentos em tela: ao acessar a tela de documentos, e passar o cursor do mouse por cima do status de um documento rejeitado, aparecerá o código e descrição da rejeição. Isso permite que o emissor saiba qual a rejeição específica do documento sem a necessidade de abrir a tela de detalhes. Veja na imagem abaixo uma demonstração da nova funcionalidade.

9653 – Exportação de Excel na tela de documentos: a exportação do relatório em Excel na tela de documentos, opção ‘Exportar lista Microsoft Excel’, conta com uma nova coluna que exibe a informação do protocolo dos documentos autorizados.

MDF-e:

9732 – Permitir imprimir imagem no rodapé do DAMDFE: agora, o InvoiCy permite que a empresa cadastre uma imagem, contendo uma logomarca ou descrição para ser impressa como Powered By no rodapé do documento impresso do MDF-e. As dimensões recomendadas para a imagem são 22px de altura e 150px de largura. Para cadastrar uma imagem basta acessar o Painel de Controle, e nas configurações de impressão do MDF-e configurar a imagem do rodapé, como na imagem abaixo.

NFS-e:

9739 – Cadastro de empresas para o módulo NFS-e: ao cadastrar uma nova empresa para o módulo NFS-e, após salvar as informações na etapa ‘5. Módulo NFS-e’, na etapa ‘Final’ será exibido o link de particularidades do padrão, caso o mesmo possuir, direcionando o usuário para o Portal de desenvolvedores da MIgrate, com o respectivo artigo do padrão. Confira na imagem o novo link adicionado.

9755 – Parametrizar a impressão das informações complementares: a partir dessa versão foi implementada uma parametrização na impressão das informações complementares no PDF da NFS-e.

Isso significa que o usuário poderá escolher, de acordo com seu padrão, se deseja imprimir somente as informações enviadas no RPS, somente as informações de retorno da prefeitura (NFS-e), ou se deseja concatenar essas duas informações (RPS + NFS-e).

Para selecionar, o usuário deve acessar o painel de controle, nas Configurações para Emissão de NFS-e, na opção Imprime Outras Informações, como mostra a imagem abaixo.

9741 – Incluir base de cálculo do INSS no PDF: agora, no espelho da NFS-e, é possível imprimir o valor das Retenções Federais (INSS, IRRF, CSLL, COFINS e PIS).

Esta opção estará disponível para empresas que utilizam o fluxo novo, e o modelo do espelho novo. O usuário poderá escolher entre imprimir somente o valor, imprimir o valor e a alíquota ou imprimir valor, alíquota e BC.

Para configurar, o usuário deverá acessar o painel de controle, na opção “Configuração para a emissão de NFS-”, onde estará disponível o campo “Imprimir Retenções Federais” para que seja escolhida a opção desejada. Na imagem abaixo está demonstrada as opções disponíveis para impressão das Retenções Federais.

9950 – Importação de NFS-e emitida na Prefeitura: Para utilizar a importação de NFS-es no InvoiCy é preciso contratar a extensão “Documentos importados”, e configurar uma caixa de leitura de e-mail, onde são recebidas as notas fiscais.

Um processo automático ficará rodando no servidor e fará a leitura dos XMLs na caixa de e-mail configurada. Esta mesma caixa de e-mail poderá ser utilizada tanto para importação de NFS-es emitidas quanto recebidas.

Ao acessar a tela de documentos importador poderá visualizar as notas. Para mais informações leia o artigo completo Importação de NFS-es emitidas.

Digitação de NF-e com finalidade ‘Devolução de NFC-e’

Última atualização em: 18 de fevereiro, 2019

A Nota Fiscal de Devolução tem como finalidade anular uma operação de compra e venda, ou seja, quando a operação não é concretizada se faz necessário emitir uma NF-e de devolução.

É importante destacar que uma Nota Fiscal de Devolução pode ser utilizada para referenciar tanto uma NF-e como também uma NFC-e.

A Plataforma InvoiCy já está preparada para permitir que as empresas emitam notas de devolução via tela de digitação, referenciando NF-e ou NFC-e.

Nesse artigo iremos detalhar o processo de emissão de uma NF-e com finalidade ‘Devolução de NFC-e’.

Ao acessar a tela de digitação, e no campo ‘Finalidade’ selecionar a opção ‘Devolução de NFC-e’, o InvoiCy já irá preencher automaticamente alguns campos obrigatórios, para facilitar o processo de emissão da Nota.

– O campo ‘Natureza da operação’ será preenchido com a descrição ‘Devolução mercadoria’;

– No campo ‘Tipo NF-e’ será selecionada a opção ‘Entrada’;

– No campo ‘Destino’, a opção ‘Operação interna’;

– O campo ‘Operação’ será preenchido com a opção ‘Consumidor final’;

– E o campo ‘Presença do comprador’ com ‘Operação presencial’.

– No grupo ‘Destinatário’, os dados serão preenchidos com as informações do Emitente, pois como se trata de uma nota de devolução, esses papéis são os mesmos.

Pode-se visualizar na imagem abaixo o preenchimento desses campos, e também a mensagem de aviso alertando sobre a necessidade de adicionar um documento referenciado.

No grupo ‘Documentos Referenciados’ deve-se selecionar a aba ‘NF-e/NFC-e’, e informar o tipo do documento, Modelo (no caso NFC-e), número e série, ou a chave de acesso. Ao clicar no botão ‘Adicionar’ os documentos adicionados serão listados abaixo.

Através da opção ‘Referenciar todos’, como demonstra a imagem a seguir, pode-se referenciar todos os itens da NFC-e na nota que está sendo digitada.

Caso você queira selecionar apenas algum item em específico, basta usar a opção ao lado ‘Selecionar itens’.

Aparecerá uma listagem com todos os itens da NFC-e que foi referenciada, podendo selecionar os itens desejados.

O grupo ‘Produtos’ será preenchido automaticamente com os itens selecionados.

Dependendo do CFOP informado nos itens referenciados o InvoiCy já fará automaticamente a alteração para um CFOP de devolução correspondente. Com a imagem abaixo é possível entender em quais situações o CFOP do item será alterado.

Nos demais casos o CFOP virá zerado, então é necessário preencher a informação manualmente. Ao fazer isso para o primeiro item o sistema já solicitará se deve alterar o CFOP para os demais itens também.

No grupo ‘Informações de pagamento’ já será adicionada automaticamente a forma de pagamento ‘Sem pagamento’, por se tratar de uma nota de devolução.

Por fim, no grupo ‘Informações adicionais’ o campo ‘Informações de interesse do fisco’ já será preenchido com o nome, CPF ou CNPJ e endereço do destinatário da NFC-e.

Juntamente nesse campo a SEFAZ também orienta informar a justificativa de devolução da mercadoria.

Agora, já com todas as informações obrigatórias preenchidas, é só você clicar no botão ‘Emitir NF-e’ para enviar a sua nota de devolução.