Padrão SIGCORP São João de Meriti

O Padrão SIGCorp São João de Meriti utiliza um modelo próprio de layout de XML. Abaixo estão detalhadas as particularidades deste padrão:

Importante:

Ao cadastrar uma nova empresa deverão ser preenchidos os campos ‘Usuário’ e ‘Senha’ de autenticação no grupo ‘Ambiente’ nos dados da empresa. Este usuário e senha devem ser solicitados com a prefeitura do seu município.

1. O sistema não permite:

  • Inutilização da Nota;
  • Substituição de RPS;
  • Repetir o número do RPS;
  • Informar o intermediário do serviço;
  • Informar tomador do exterior;
  • Informar valores de desconto (informações desse tipo poderão ser declaradas no campo da discriminação do serviço);
  • Informar CNAE e o código do país;
  • Informar o valor da alíquota quando o contribuinte não for Optante do Simples Nacional.

2. Número e Série do RPS

O Padrão SIGCorp São João de Meriti não permite que haja repetição do número de RPS, pois o mesmo não diferencia Séries de RPS, portanto cada número de RPS é único, independente qual for a Série utilizada.

3. Natureza da Operação

Tabela com as opções de Natureza da Operação aceitas pelo sistema SIGCorp São João de  Meriti:

Nat Op

4. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML de envio.

Padrão Mitra

O Padrão Mitra segue o modelo ABRASF 2.0, porém não permite a emissão via web service. Desta forma, é necessário realizar o upload das notas. Abaixo estão as particularidades deste padrão:

1. O sistema não permite:

  • Exportação de NFS-e;
  • Substituição de RPS;
  • Consulta de NFS-e;
  • Cancelamento de NFS-e;
  • Não permite informar desconto condicionado, incondicionado, incentivo fiscal, regime especial de tributação, município de incidência, código de tributação do município e optante simples nacional;
  • Permite testes apenas em ambiente de produção – necessário solicitar um usuário para a prefeitura;
  • Possui apenas campo de discriminação do serviço, não havendo campo Outras Informações, devendo ser informado na discriminação.


2. Série do RPS

A série a ser informada para o município de Cruzeiro/SP é obrigatoriamente ‘RPS’.

3. Status do RPS

O status do RPS permanecerá como Pendente no InvoiCy, pois o sistema da prefeitura não permite exportação de notas. O usuário deverá controlar a efetivação das notas diretamente no site da prefeitura.

4. Usuário e Senha

Para emissão correta de Notas Fiscais de Serviço deve ser solicitado junto a prefeitura do seu município o usuário e senha para emissão via upload e efetuar importação das notas por meio do serviço online.

5. Natureza das Operações

Ao efetuar o envio das Naturezas das Operações deve-se seguir a tabela:

NatOpMitra
6. Efetuando importações de RPS

Efetue o login com usuário e senha solicitados na prefeitura do seu município e terá a visualização da seguinte tela que possuíra um ícone de ações que dá acesso ao Menu Principal:

1- Mitra

Após acessar o Menu Principal tem-se acesso a várias opções destacando-se as que serão mais utilizadas “Importar arquivo XML contendo lote de RPS para conversão” onde será efetuada a importação do RPS que será convertido para NFS-e e a opção “Gerenciar os lançamentos das NFS-e e RPS”.

2 - Mitra

Clicando em “Importar arquivo XML contendo lote de RPS para conversão” aparece a tela para importação, procurando em seu computador o arquivo XML que deverá efetuar o upload e em seguida tem-se o retorno do status do RPS ou pode-se ter a ocorrência de um erro na execução do processo de importação:

3 - Mitra

Em seguida tem-se as informações do arquivo importado a versão do XML, a numeração do lote informada, a situação que se encontra o RPS e a data na qual o RPS foi importado no sistema e as ações para visualização do erro ou das informações existentes na nota:

4 - Mitra

Obteve-se a informação da decorrência de uma falha nesta mesma tela onde o retorno da tela poderá estar vazio, no entanto se a nota foi processada com sucesso não registrou perda de dados e devendo ser efetuada a consulta dos RPS e NFS-e no Menu Principal na opção “Gerenciar os lançamentos das NFS-e e RPS” ou apenas para a Consulta de RPS para descrições do erro que possa ter ocorrido ao importar ou apenas visualização em tela das informações que foram enviadas no RPS.

5 - Mitra

Ao acessar a o campo descrito na imagem anterior de Consultar o RPS  terá a seguinte tela de consulta de informações do RPS e a maneira mais efetiva de efetuar essa consulta é inserindo a data que se deseja efetuar a consulta trazendo por seguinte todos os RPS(s) da data selecionada. Caso desejar efetuar a consulta de um RPS individualmente coloca-se o nome do RPS importado com o (.xml). Exemplo: (rps0154.xml).

6 - Mitra

Acessando a tela de gerenciamento de NFS-e e RPS. Estão disponíveis 5 ações o terceiro ícone representa o cancelamento, as setas representam substituição de NFS-e que pode ser efetuado por meio de digitação em tela, o primeiro ícone condiz com o envio de e-mail para o tomador ou e-mail desejado que será colocado em tela e por seguinte tem-se também a impressão das notas fiscais que pode ser gerado o PDF apenas por meio do site da prefeitura.

7 - Mitra

7. Cancelamento de NFS-e

O sistema Mitra não dispõe de cancelamento de NFS-e via Web Services mas dispõe do cancelamento pelo portal online.

8 - Mitra

8. Impressão

Não possui opção de impressão pelo modelo da prefeitura no InvoiCy pelo fator da falta de retorno por ser upload sem exportação.

9. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML de envio.

 

Padrão Mitra – Antigo

 

O Padrão Mitra segue o modelo ABRASF 2.0, porém não permite a emissão via web service. Desta forma, é necessário realizar o upload das notas. Abaixo estão as particularidades deste padrão:

1. O sistema não permite:

  • Exportação de NFS-e;
  • Substituição de RPS;
  • Consulta de NFS-e;
  • Cancelamento de NFS-e;
  • Não permite informar desconto condicionado, incondicionado, incentivo fiscal, regime especial de tributação, município de incidência, código de tributação do município e optante simples nacional;
  • Permite testes apenas em ambiente de produção – necessário solicitar um usuário para a prefeitura;
  • Possui apenas campo de discriminação do serviço, não havendo campo Outras Informações, devendo ser informado na discriminação.

2. Série do RPS

A série a ser informada para o município de Cruzeiro/SP é obrigatoriamente ‘RPS’.

3. Status do RPS

O status do RPS permanecerá como Pendente no InvoiCy, pois o sistema da prefeitura não permite exportação de notas. O usuário deverá controlar a efetivação das notas diretamente no site da prefeitura.

4. Usuário e Senha

Para emissão correta de Notas Fiscais de Serviço deve ser solicitado junto a prefeitura do seu município o usuário e senha para emissão via upload e efetuar importação das notas por meio do serviço online.

5. Natureza das Operações

Ao efetuar o envio das Naturezas das Operações deve-se seguir a tabela:

NatOpMitra


6. Efetuando importações de RPS

Efetue o login com usuário e senha solicitados na prefeitura do seu município e terá a visualização da seguinte tela que possuíra um ícone de ações que dá acesso ao Menu Principal:

1- Mitra

Após acessar o Menu Principal tem-se acesso a várias opções destacando-se as que serão mais utilizadas “Importar arquivo XML contendo lote de RPS para conversão” onde será efetuada a importação do RPS que será convertido para NFS-e e a opção “Gerenciar os lançamentos das NFS-e e RPS”.

2 - Mitra

Clicando em “Importar arquivo XML contendo lote de RPS para conversão” aparece a tela para importação, procurando em seu computador o arquivo XML que deverá efetuar o upload e em seguida tem-se o retorno do status do RPS ou pode-se ter a ocorrência de um erro na execução do processo de importação:

3 - Mitra

Em seguida tem-se as informações do arquivo importado a versão do XML, a numeração do lote informada, a situação que se encontra o RPS e a data na qual o RPS foi importado no sistema e as ações para visualização do erro ou das informações existentes na nota:

4 - Mitra

Obteve-se a informação da decorrência de uma falha nesta mesma tela onde o retorno da tela poderá estar vazio, no entanto se a nota foi processada com sucesso não registrou perda de dados e devendo ser efetuada a consulta dos RPS e NFS-e no Menu Principal na opção “Gerenciar os lançamentos das NFS-e e RPS” ou apenas para a Consulta de RPS para descrições do erro que possa ter ocorrido ao importar ou apenas visualização em tela das informações que foram enviadas no RPS.

5 - Mitra

Ao acessar a o campo descrito na imagem anterior de Consultar terá a seguinte tela de consulta de informações do RPS e a maneira mais efetiva de efetuar essa consulta é inserindo a data que se deseja efetuar a consulta trazendo por seguinte todos os RPS(s) da data selecionada. Caso desejar efetuar a consulta de um RPS individualmente coloca-se o nome do RPS importado com o (.xml). Exemplo: (rps0154.xml).

6 - Mitra

Acessando a tela de gerenciamento de NFS-e e RPS. Estão disponíveis 5 ações o terceiro ícone representa o cancelamento, as setas representam substituição de NFS-e que pode ser efetuado por meio de digitação em tela, o primeiro ícone condiz com o envio de e-mail para o tomador ou e-mail desejado que será colocado em tela e por seguinte tem-se também a impressão das notas fiscais que pode ser gerado o PDF apenas por meio do site da prefeitura.

7 - Mitra

7. Cancelamento de NFS-e

O sistema Mitra não dispõe de cancelamento de NFS-e via Web Services mas dispõe do cancelamento pelo portal online.

8 - Mitra
8. Impressão

Não possui opção de impressão pelo modelo da prefeitura no InvoiCy pelo fator da falta de retorno por ser upload sem exportação.

9. Exemplo XML

Para acessar um exemplo de XML de envio, clique aqui.

Padrão Janela Única – Antigo

Última atualização em: 26 de maio, 2015

O Padrão Janela Única não segue o modelo ABRASF, tendo processo assíncrono de notas. Abaixo estão as particularidades deste padrão:

1. O sistema não permite:

  • Substituição de RPS;
  • Não permite informar desconto condicionado, incondicionado, responsável pela retenção, regime especial de tributação e tomador do exterior;
  • Permitido testes apenas em ambiente de produção.

2. Código NBS

Deve ser informado apenas quando o serviço for prestado no exterior, não sendo obrigatório para a NFS-e, pois utiliza-se da Lei Complementar 116/3.

3. Tomador do Serviço

Não possui obrigatoriedade de informar o campo do tomador.

4. Cancelamento de NFS-e

O sistema Janela Única não dispõe de cancelamento de NFS-e via Web Service e também não dispõe do cancelamento pelo portal online. Devido a isso, realizar o cancelamento somente na plataforma InvoiCy não cancela a NFS-e junto a prefeitura, assim, o contribuinte deverá entrar em contato com a prefeitura do município onde a empresa está localizada.

5. Usuário e Senha

Para emissão correta de Notas Fiscais de Serviço deve ser solicitado junto a prefeitura do seu município o usuário e senha para emissão via Web Service que então deve ser informado no cadastro de empresa no InvoiCy.

6. Natureza das Operações

Ao efetuar o envio das Naturezas das Operações deve-se seguir a tabela:

Tabela Natureza da Operação

7. Impressão

Não possui opção de impressão pelo modelo da prefeitura.

8. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML de envio.

Padrão Janela Única

Última atualização em: 26 de maio, 2015

O Padrão Janela Única não segue o modelo ABRASF, tendo processo assíncrono de notas. Abaixo estão as particularidades deste padrão:

1. O sistema não permite:

  • Substituição de RPS;
  • Não permite informar desconto condicionado, incondicionado, responsável pela retenção, regime especial de tributação e tomador do exterior;
  • Permitido testes apenas em ambiente de produção

2. Código NBS

Deve ser informado apenas quando o serviço for prestado no exterior, não sendo obrigatório para a NFS-e, pois utiliza-se da Lei Complementar 116/3.

3. Tomador do serviço

Não possui obrigatoriedade de informar o campo de tomador.

4. Cancelamento

O sistema Janela Única não dispõe de cancelamento de NFS-e via Web Service e também não possui cancelamento pelo portal online. Devido a isso, realizar o cancelamento somente na plataforma InvoiCy não cancela a NFS-e junto a prefeitura, assim, o contribuinte deverá entrar em contato com a prefeitura do município onde a empresa está localizada.

5. Usuário e Senha

Para emissão correta de Notas Fiscais de Serviço deve ser solicitado junto a prefeitura do seu município o usuário e senha para emissão via Web Service que então deve ser informado nas configurações de NFS-e no InvoiCy.

6. Natureza das Operações

Ao efetuar o envio das Naturezas das Operações deve-se seguir a tabela:

Tabela Natureza da Operação7. Impressão

Não possui opção de impressão pelo modelo da prefeitura.

8. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML de envio.

Padrão Obaratech

O Padrão Obaratech não segue o modelo ABRASF. Também é importante destacar que este padrão não possui ambiente de homologação, apenas produção. Abaixo estão as particularidades deste padrão:

1. O sistema não permite:

  • Informar o Intermediário do serviço;
  • Substituição de RPS;
  • Prefeitura não disponibiliza Consulta de NFS-e via web service. Portanto recomenda-se não efetuar o cancelamento de Notas no site da Prefeitura, pois o registro não seria atualizado no InvoiCy.

2. Token

No cadastro do contribuinte no site da prefeitura pode-se verificar o token que será utilizado durante a emissão das notas. Esse token deverá ser informado quando efetuar o cadastro da empresa no InvoiCy através do campo Chave primária Autent.

A imagem abaixo ilustra onde o token pode ser encontrado:

Contribuinte

3. Tomador não identificado

Caso algum tomador desejar não se identificar, deve enviar o CNPJ vazio e a razão social pode ser enviada vazia, onde será automaticamente preenchida por ‘Ao consumidor’.

4. Cancelamento

A data do cancelamento pode ser realizada até o dia anterior da data do fechamento da guia mensal.

5. Abatimento de Materiais

Para efetuar o correto envio do abatimento de Materiais na construção civil a mesma possui os seguintes valores:

Materiais

6. Tomador Órgão Público

Quando o tomador deve ser informado como um órgão público deve seguir a seguinte tabela:

Tomador

7. Impressão

Não possui opção de impressão pelo modelo da prefeitura.

 8. Exemplo XML

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML de envio.

Padrão Obaratech – Antigo

O Padrão Obaratech não segue o modelo ABRASF. Também é importante destacar que este padrão não possui ambiente de homologação, apenas produção. Abaixo estão as particularidades deste padrão:

1. O sistema não permite:

  • Informar o Intermediário do serviço;
  • Substituição de RPS;
  • Prefeitura não disponibiliza Consulta de NFS-e via web service. Portanto recomenda-se não efetuar o cancelamento de Notas no site da Prefeitura, pois o registro não seria atualizado no InvoiCy.

2. Token

No cadastro do contribuinte no site da prefeitura pode-se verificar o token que será utilizado durante a emissão das notas. Esse token deverá ser informado quando efetuar o cadastro da empresa no InvoiCy através do campo Chave primária Autent.

A imagem abaixo ilustra onde o token pode ser encontrado:

Contribuinte

3. Tomador não identificado

Caso algum tomador desejar não se identificar, deve enviar o CNPJ vazio e a razão social pode ser enviada vazia, onde será automaticamente preenchida por ‘Ao consumidor’.

4. Cancelamento

A data do cancelamento pode ser realizada até o dia anterior da data do fechamento da guia mensal.

5. Abatimento de Materiais

Para efetuar o correto envio do abatimento de Materiais na construção civil a mesma possui os seguintes valores:

Materiais

6. Tomador Órgão Público

Quando o tomador deve ser informado como um órgão público deve seguir a seguinte tabela:

Tomador

7. Impressão

Não possui opção de impressão pelo modelo da prefeitura.

8. Exemplo XML

Acesse um exemplo de XML de envio, clicando aqui.

Padrão WEB ISS 2.0

O Padrão WEB ISS 2.0 segue o modelo sugerido pela ABRASF, na versão 2.02. Disponibilizando a tecnologia de Web Services para realizar as emissões de NFS-e. Abaixo, estão descritas as particularidades deste padrão:

1. Natureza da Operação

Para as empresas que NÃO utilizam a opção de tabela unificada do InvoiCy, devem informar os seguintes valores de natureza da operação:

NaturezaOperacao

2. O sistema não permite:

  • Recepção de RPS sem dados do Tomador (Endereço, Número, código da cidade e UF);
  • Substituição de RPS;

3. Outras Informações

O padrão Web ISS 2.0 não possui uma tag específica de outras informações sobre o RPS a ser emitido, por isso, no cadastro da empresa, deve-se escolher o valor “Sim” para o campo “Concatenar Discriminação e Outras Informações”, como mostra a imagem:

OutrasInformacoes

4. Dados Obrigatórios

Em todos os casos de emissão deve-se informar o Item da Lista de Serviço e o Código CNAE, pois caso não informado, o sistema da prefeitura retorna erros de Schema XSD, sendo eles pouco claros.

5. Cancelamento

Só é possível realizar o cancelamento via Web Service, quando no momento da emissão informa-se um e-mail válido de tomador. Caso não seja informado um e-mail para o tomador na emissão do RPS, a empresa que deseja cancelar a NFS-e gerada através dele deve abrir um requerimento junto à prefeitura para solicitar o cancelamento do mesmo.

6. Ambientes

A prefeitura dispõe além do ambiente de produção o ambiente de homologação, para fazer uso deles e consequentemente dos Web Services, é necessário contatar a mesma e fazer a solicitação formal, fornecendo informações como CNPJ e Inscrição Municipal.

Acesse um exemplo de XML enviado ao InvoiCy, clicando aqui.

Padrão WEB ISS 2.0 – Antigo

O Padrão WEB ISS 2.0 segue o modelo sugerido pela ABRASF, na versão 2.02. Disponibilizando a tecnologia de Web Services para realizar as emissões de NFS-e. Abaixo, estão descritas as particularidades deste padrão:

1. Natureza da Operação

Para as empresas que NÃO utilizam a opção de tabela unificada do InvoiCy, devem informar os seguintes valores de natureza da operação:

NaturezaOperacao

2. O sistema não permite:

  • Recepção de RPS sem dados do Tomador (Endereço, Número, código da cidade e UF);
  • Substituição de RPS;

3. Outras Informações

O padrão Web ISS 2.0 não possui uma tag específica de outras informações sobre o RPS a ser emitido, por isso, no cadastro da empresa, deve-se escolher o valor “Sim” para o campo “Concatenar Discriminação e Outras Informações”, como mostra a imagem:

OutrasInformacoes

4. Dados Obrigatórios

                Em todos os casos de emissão deve-se informar o Item da Lista de Serviço e o Código CNAE, pois caso não informado, o sistema da prefeitura retorna erros de Schema XSD, sendo eles pouco claros.

5. Cancelamento

Só é possível realizar o cancelamento via Web Service, quando no momento da emissão informa-se um e-mail válido de tomador. Caso não seja informado um e-mail para o tomador na emissão do RPS, a empresa que deseja cancelar a NFS-e gerada através dele deve abrir um requerimento junto à prefeitura para solicitar o cancelamento do mesmo.

6. Ambientes

A prefeitura dispõe além do ambiente de produção o ambiente de homologação, para fazer uso deles e consequentemente dos Web Services, é necessário contatar a mesma e fazer a solicitação formal, fornecendo informações como CNPJ e Inscrição Municipal.

Clique aqui para visualizar um exemplo de XML enviado ao InvoiCy NFS-e.

Padrão ISANETO

O Padrão ISANETO segue o modelo ABRASF 1. Segue abaixo as particularidades deste novo padrão:

1. O sistema não permite:

  • Informar o Intermediário do serviço;
  • Substituição de RPS;
  • Efetivar uma nota sem Tomador;
  • Tomador do exterior.

  2. Número, Série do RPS

A série a ser informada para o padrão ISANETO deverá ser o valor 99.

A numeração do RPS a ser informada deverá ser no formato ANO+ numeração sequencial do RPS, que deve conter 11 dígitos. Exemplo: 201700000000027

3. Tomador não identificado

Caso algum tomador desejar não se identificar deverá informar o CNPJ com zerado da seguinte forma: ‘00000000000000’, e a razão social e nome podem ser enviados vazios.

4. Cancelamento

A data do cancelamento pode ser realizada até oitavo dia do mês subsequente ao envio da nota.

5. Natureza da Operação

A seguinte tabela apresenta os valores da natureza de operação para o padrão Isaneto:

natOP

6. Regime de Tributação

O Regime de tributação segue a tabela:

regimeTributacao

 

7. Impressão

Não possui link de impressão com o modelo da prefeitura.

8. Logradouro

Para informar o tipo de logradouro deve seguir a tabela de logradouros a seguir:

Logradouro

Acesse um exemplo de XML de envio, clique aqui.

Atenção! Para este padrão em algumas emissões com erros de dados, a prefeitura retornará um código de erro com mensagem genérica, sem uma informação exata do problema encontrado no documento, sendo assim a aplicação InvoiCy não terá como saber o campo exato que ocorre o erro para o retorno:

“Rejeitado[E86] – [ModuloPref-e] – [ModuloPref-e] – N�mero do protocolo de recebimento do lote inexistente na base de dados [E999] – Ocorreu um erro inesperado”.